Globo esmiúça o San Lorenzo, rival do Flamengo na Libertadores.

17
Foto: REUTERS/Enrique Marcarian

GLOBO
ESPORTE
: O Flamengo está a uma semana de estrear na sua principal competição da
temporada. O primeiro desafio pelo Grupo 4 na Libertadores será diante do San
Lorenzo: um rival argentino com tradição e que foi campeão há três anos do
torneio. Em uma chave considerada difícil, que também conta com Universidad
Católica (Chile) e Atlético-PR, o Rubro-Negro sabe da importância de começar
sua campanha com vitória. Não por acaso trabalhou para viabilizar a partida no
Maracanã, na próxima quarta-feira.

O que
esperar do rival no pontapé inicial do torneio? O GloboEsporte.com apresenta
informações sobre o elenco e o momento atual do San Lorenzo e mostra o que Zé
Ricardo e seus comandados terão pela frente:
Falta de testes e só amistosos no ano
Se do
lado da equipe brasileira houve preocupação em descansar o elenco em
determinado momento, para o adversário o receio é o oposto: por conta de
problemas na organização do futebol argentino, o San Lorenzo jogou apenas seis
jogos em 2017: todos amistosos. O tema preocupa o técnico Diego Aguirre
(ex-Atlético-MG e Internacional), que recentemente citou o número de partidas
que vinham sendo realizadas pelo Flamengo para apontar sua preocupação para o
confronto da próxima semana.
Existe
a possibilidade de a equipe realizar o primeiro jogo oficial na sexta, diante
do Belgrano de Córdoba, em sua casa. Mas ainda não é uma possibilidade 100%
confirmada. O último jogo oficial foi em dezembro.
Pré-temporada começou junto com a do Fla
Assim
como o Rubro-Negro, o elenco o San Lorenzo iniciou sua pré-temporada no dia 11
de janeiro. Os amistosos disputados até aqui foram diante de Estudiantes, Boca
(ambos em um triangular em Mar Del Plata), Independiente, FC Dallas, Talleres
de Córdoba, Argentinos Juniors e Gimnasia La Plata.  Foram duas vitórias, três derrotas e dois
empates.
Nos
dois primeiros amistosos, dois destaques do time se machucaram. Fernando
Belluschi e Néstor Ortigoza chegaram a ser poupados. O primeiro voltou a
treinar na semana passada e jogou um tempo no sábado, na derrota para o
Gimnasia. Ortigoza, por sua vez, voltou no mesmo período e já atuou como
titular.  A única dúvida do elenco que
persiste é o atacante Ezequiel Cerutti, que também se lesionou e ainda será
avaliado.
Quem é o destaque?
Fernando
Belluschi é apontado como o destaque do plantel do San Lorenzo na temporada. O
meia de 33 anos é experiente, com passagens pela Europa em países como Portugal
e Itália. Chegou a ser convocado para defender a seleção argentina nas
eliminatórias para a Copa do Mundo, no ano passado. Marcou nove gols no ano
passado, é destaque na criação e referência atual.
Baixas importantes na temporada
A
equipe do San Lorenzo que foi vice-campeã argentina em 2016 – e conseguiu a
vaga para a Libertadores – perdeu peças consideradas importantes. Enquanto o
Flamengo do técnico Zé Ricardo manteve sua base, o time de Diego Aguirre perdeu
o lateral esquerdo Emmanuel Mas (que vem sendo titular na seleção do país e
está no Trabzonspor-TUR), o meia Sebastián Blanco (Portland Timbers-EUA) e
Martín Cauteruccio, que foi goleador do último semestre e está no Cruz Azul, do
México.
Porém,
contratou, nesta última terça-feira, o atacante Bergessio, de 32 anos e que é
ídolo do clube. Ele estava no futebol italiano, mas ainda não tem estreia
confirmada.
Ponto fraco pode ser a defesa, criação é
reforçada
Quem
acompanha de perto o primeiro rival do Flamengo na Libertadores 2017 aponta
como preocupação do treinador a defesa. Sobretudo com a saída de Emmanuel Mas.
Desde então, Aguirre vem apostando em jovens como Lautaro Montoya e Gabriel
Rojas.
– Mas
agora com a volta de Belluschi, a contratação de Ruben Botta e a qualidade de
Ortigoza, San Lorenzo tem grandes criadores de jogo. A volta de Belluschi pode
trazer de volta o futebol que faltou nos amistosos – analisou a jornalista
Giuliana Pasquali, do Diário ”Olé”, que acompanha a cobertura do San Lorenzo.
Quem resta do time que foi campeão da
Libertadores 2014?
A base
titular atual do San Lorenzo é formado por: Sebastián Torrico; Paulo Díaz,
Marcos Angeleri, Matías Caruzzo, Lautaro Montoya; Franco Mussis, Néstor
Ortigoza; Fernando Belluschi, Bautista Merlini, Rubén Botta; Nicolás Blandi.
Apenas
o goleiro Torrico, o meia paraguaio Ortigoza e o atacante Blandi estavam no
elenco campeão da Libertadores 2014. Além deles, o grupo conta com os veteranos
Juan Mercier e Romagnoli, que também levantaram a taça há quase três anos.
Antes
do San Lorenzo, no entanto, o Flamengo terá um importante desafio pelo
Campeonato Carioca. Depois de eliminar o Vasco no sábado, a equipe disputa a
final da Taça Guanabara diante do Fluminense, no domingo.

COMENTÁRIOS: