Jean e Júnior Baiano, ex-Flamengo, viram ”rivais” em amistoso.

67
Foto: Alexandre Cassiano / O Globo

GLOBO
ESPORTE
: Em 2004, o Flamengo foi campeão carioca após vencer o Vasco por 3 a 1
na decisão. Naquela altura, o rubro-negro contou com dois protagonistas: o
atacante Jean, autor dos três gols, e o zagueiro Júnior Baiano, capitão da
equipe. Os ex-companheiros, no entanto, viraram rivais neste sábado, em
amistoso beneficente realizado na Arena da Amazônia, em Manaus. Melhor para
Jean, que além de deixar o seu, viu seu time vencer por 6 a 5.

Após o
confronto, com a vitória e os ”três pontos” na bagagem, o ex-jogador do
rubro-negro enalteceu a festa e, claro, relembrou os áureos tempos na carreira.


Muito legal poder participar dessa festa e jogar contra jogadores que também já
jogaram comigo, como é o caso do Júnior Baiano – disse o atacante.
Desempregado
desde que deixou o América-RJ, no fim de 2016, Jean aproveitou a oportunidade
para opinar sobre a final da Taça Guanabara deste domingo, entre Flamengo e
Fluminense. No caso, ele preferiu ficar em cima do muro.

Torço para que haja um espetáculo. Sem violência, assim como o amistoso de hoje
(sábado) – resumiu o jogador, que completou 35 anos de vida nesta sexta-feira.
Amigos de José Aldo x Amigos de Ronys
Torres
A
partida começou com o time de José Aldo melhor. Logo no inicio do jogo, Bebeto
marcou o dele. Mas não demorou e a equipe de Ronys Torres deu o troco e virou.
Primeiro com Marcelo Bimbi e depois com o próprio Torres, de pênalti. A reação
da equipe do campeão do UFC vei com Denilson, que empatou a partida. Mas, perto
do fim, Fabiano fez mais um para o time adversário e encerrou a primeira etapa
em 3 a 2.
No início
do segundo tempo, o time de Torres voltou fulminante e marcou dois gols na
sequência. Primeiro com Fabiano (o segundo dele no jogo) e depois com Jean,
antes dos 10 minutos, e abriu 5 a 2. A equipe de Aldo reagiu com Denilson, que
com assistência de Bebeto marcou o segundo dele e o terceiro da equipe. Na
sequência, Aldo cobrou pênalti e diminuiu para 5 a  4. E aos, Denilson novamente apareceu e
marcou o gol do empate. Porém, já aos 41, Ediglê marcou o gol da vitória da
equipe de Torres. Placar final: 6 a 5.

COMENTÁRIOS: