Jogador do Flamengo diz que assistente se isentou em pênalti.

18
Rafael Vaz criticou arbitragem de Flamengo x Vasco – Foto: Gilvan de Souza

LANCE:
O Flamengo ficou revoltado com o pênalti marcado pelo árbitro Luís Antônio Silva
Santos, conhecido como Índio, no clássico contra o Vasco, neste domingo. O
Rubro-Negro vencia até os acréscimos do segundo tempo, por 2 a 1, quando Nenê
cruzou para a área e Renê cortou com o corpo, mas sem tocar com a mão. O
Cruz-Maltino chegou ao empate com a penalidade.

Pelo
Twitter, o Flamengo criticou a arbitragem de Índio.

Barriga agora é mão, Arnaldo? – dizia a mensagem postada pelo Twitter oficial
do clube, em referência ao ex-árbitro Arnaldo César Coelho.
Irritado
com a arbitragem, o lateral-esquerdo Renê criticou Índio. Ele diz que espera
por um pedido de desculpas.
– Acho
que ele queria que os caras fizessem o gol. Eu até falei: “Se a bola tiver
batido na minha mão, eu não quero mais jogar bola na minha vida”. Espeço que
ele tenha coragem de me pedir desculpas – disse o camisa 6 do Flamengo ao
SporTV.
O
zagueiro Rafael Vaz afirmou que a bola bateu na barriga de Renê.
– A
bola foi na barriga, todo mundo viu. É clássico, por mais que estejamos
classificados, está valendo muita coisa. Ele é ser humano, pode errar, mas é
bonito corrigir o erro quando você erra. O assistente poderia ter falado para
ele que a bola bateu na barriga – analisou.

COMENTÁRIOS: