Márcio Araújo diz não ligar para vaias no Flamengo: “Sei trabalhar.”

26
Márcio Araújo durante Flamengo x Bangu – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO
ESPORTE
: Ao lado de Pará, Márcio Araújo foi o jogador mais festejado pela
torcida do Flamengo no fim do jogo contra o Bangu. A vitória por 3 a 0 – gols
de Renê, Damião e Matheus Sávio – garantiu o time nas semifinais, com vantagem
do empate. Sempre contido, o volante lembrou que não se abate com vaias e nem
se empolga com elogios.

Márcio
Araújo disputa posição com Romulo no meio de campo do Flamengo. O técnico Zé
Ricardo confia nas virtudes do volante, que tem estilo de jogo diferente do
jogador contratado nesta temporada. Para a partida do fim de semana, contra o
Vasco, no domingo, 18h30, será possível ver a opção do treinador para atuar ao
lado de William Arão.
– Acho
que é fruto do nosso trabalho ter mudado bastante em relação a isso
(resistência de torcida). A gente tem que ter paciência, entender o lado do
torcedor e nunca se abater. Nunca liguei para isso (vaias). Nunca me viram
reclamando de torcedor, de crítica, de imprensa. Sei trabalhar, sei esperar meu
momento, sei aceitar aquilo que querem de mim. Agora, em relação aos elogios,
agradeço ao torcedor. Sempre importante ter torcedor do lado. Mas o que vale
mesmo é o resultado, aquilo que a equipe vem produzindo, crescendo bastante
esse ano – afirmou o volante rubro-negro.
Com
dribles, passes mais verticais e lançamentos, Márcio admitiu que tem saído mais
para o ataque. Segundo ele, o sistema de jogo do ano passado o prendia um pouco
mais. No primeiro tempo, ele arriscou um chute de fora da área e levou perigo
ao gol do Bangu. Veja acima.
– Às
vezes abria mão de fazer isso. O esquema que a gente usava eu era muito cobrado
em relação a isso, de ficar muito atrás, mas sabia que podia dar um apoio ao
Arão, ao pessoal ali da frente. Hoje tenho ousado um pouco mais, chegando mais à
frente, chutando mais a gol, coisa que não fazia. Mas é coisa de treinamento
mesmo, tenho que treinar mais, me esforçar mais para crescer mais na minha
carreira – afirmou Márcio Araújo.

COMENTÁRIOS: