Ministério Público pede R$ 200 milhões de reembolso do Maracanã.

40
Foto: Divulgação

VEJA: O
Ministério Público do Estado do Rio entrou com uma ação civil pública contra a
reforma e a privatização do Maracanã. No documento, o órgão pede que o estado
seja ressarcido em 198 milhões de reais com base nas irregularidades
encontradas durante a reforma do estádio. E pode resultar, também, na anulação
da privatização para a Odebrecht.

 A ação já foi aceita pelo juiz Marcello Leite,
da 9ª Vara de Fazenda Pública. Ela pede que sejam incriminadas as empreiteiras
Odebrecht, Delta e Andrade Gutierrez, assim como o ex-secretário de Obras
Hudson Braga e mais oito funcionários da Empresa de Obras Públicas do Estado do
Rio(Emop).
Segundo
o MP-RJ, a reforma foi feita com base em estudos fictícios. Entre os itens que
chamaram atenção dos procuradores está o número de plantas apresentados pelos
engenheiros envolvidos. Enquanto o estádio carioca contou com 37, no Mineirão,
em Belo Horizonte, foram produzidas 1309.

COMENTÁRIOS: