Nas mãos do Flamengo, Lusa diz que Arena nunca esteve tão bem.

36
Arena da Ilha está quase pronta para receber jogos do Flamengo – Foto: Marcelo de Jesus

O
GLOBO
: Aos poucos, o vermelho e o preto começam a surgir nas arquibancadas da
futura Arena da Ilha. As obras, iniciadas em janeiro, após acordo de utilização
por três anos (prorrogáveis por mais três), firmado entre Portuguesa e
Flamengo, já estão em fase de conclusão, com término previsto para o começo de
abril. De acordo com o Flamengo, o estádio deve receber jogos da Libertadores,
mas é provável que não seja o próximo, no dia 12, contra o Atlético Paranaense,
como era esperado. Só em maio, quando o rubro-negro volta a jogar no Rio, seu
mando de campo será na Arena.

De
acordo com o vice-presidente de futebol da Portuguesa, Marcelo Barros, o
estádio nunca esteve tão completo. Ele lembra que, desde 1964, quando o clube
chegou à arena, não houve grandes reformas, até mesmo na época em que o
Botafogo arrendou o espaço. Para ele, o legado das obras será enorme.
— A
Portuguesa nunca teve condições de reformar o estádio como agora, desde a
compra, em 1964. Hoje, já temos um campo de nível internacional. Ficou um
tapete. Temos um sistema de irrigação e drenagem novo, foram providenciadas
pavimentação do terreno, sistema de esgotos, obras no vestiário e nas
instalações. Na época do Botafogo, foi feita apenas uma recuperação do nosso
gramado — relembra Barros.
O
vice-presidente conta que haverá 20.500 lugares na arquibancada e que este
número pode aumentar. O setor social será preto, e os demais, preto e vermelho.
Não é
só o Flamengo que vai se beneficiar das obras. A Portuguesa também treinará e
terá mando de seus jogos do Estadual e da Série D no campo novo.
— Nós
também estamos ansiosos aguardando a liberação do Flamengo para voltar a jogar
aqui. Faz uma grande diferença jogar em casa, tanto pela torcida como pela
questão do descanso. O espaço entre as partidas é apertado e o deslocamento é
cansativo — comenta o presidente da Portuguesa, João do Rego, destacando ainda:
— Nosso time vai jogar no melhor gramado do Rio.

COMENTÁRIOS: