Nenê celebra gol roubado para o Vasco: “Uma vez veio pra gente.”

30
Nenê comemorando gol roubado para o Vasco contra o Flamengo – Crédito: Francisco Stuckert/Raw Image/Gazeta Press
UOL: Após
o pênalti que decretou o empate no Clássico ds Milhões, os vascaínos absolveram
o juiz Luiz Antonio Silva dos Santos.
Na
saída de campo, Nenê, autor do gol que deu números finais ao jogo contra o
Flamengo, disse que equívocos acontecem e que o Vasco também foi prejudicado.
“Eu
vi mão na hora. Se aconteceu isso mesmo, faz parte. Na maioria das vezes é
contra gente, uma vez veio pra gente. Acho que valeu o espirito da equipe.
Jogamos com um a menos e não desistimos nunca”, disse ele.
O
volante Jean também disse que viu a bola bater na mão de Renê na hora do
pênalti e disse que a decisão da arbitrfagem deve ser respeitada.
“Eu
não consegui ver o pênalti. Mas se o juiz marcou, está marcado”, ressaltou
ele.

COMENTÁRIOS: