Presidente diz que nem pensa em Fla-Flu com torcida única.

6
Foto: Divulgação / Botafogo

GLOBO
ESPORTE
: A final da Taça Guanabara, entre Flamengo e Fluminense, neste domingo,
deve ser disputada no estádio Nilton Santos. É o que aposta o presidente do
Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.

O
dirigente se baseia no regulamento da competição, que prevê o Maracanã como
primeira opção, mas admite a realização da decisão na casa do Botafogo. O Maior
do Mundo não deve ficar pronto a tempo de receber a partida.
Bandeira
explicou nesta terça-feira que trabalha com a possibilidade de o clássico ser
disputado no Nilton Santos e sequer pensa em enfrentar o rival com torcida
única, como determina uma liminar no Rio de Janeiro.
– O
Maracanã seria a primeira opção, de acordo com o regulamento, mas ele prevê, em
hipótese de ele não estar disponível, que as partidas devem ser disputadas no
Engenhão. Então, estamos trabalhando com essa possibilidade – disse o
presidente ao GloboEsporte.com.
Eduardo
Bandeira de Melo explicou que acredita que conseguirá novamente suspender a
liminar que determina torcida única por causa do sucesso na realização do
clássico contra o Vasco, no último sábado, em Volta Redonda, com torcedores dos
dois times.
– Não
estou nem pensando na possibilidade de torcida única, porque tenho certeza de
que, como as providencias tomadas no Flamengo x Vasco, não só pelos clubes, mas
por causa do trabalho excelente das autoridades policiais, foram um sucesso,
para o jogo de domingo não haja nenhum problema para que a partida seja
realizada no Rio – completou.
Nesta
quarta-feira, Flamengo, Fluminense e Ferj se reunirão para definir os últimos
detalhes do local da decisão. Depois, pedirão, novamente, a suspensão da
liminar.

COMENTÁRIOS: