Relembre de gringos que marcaram Flamengo x Fluminense.

63
Foto: Divulgação

LANCE:
O Fla-Flu que marcará a final da Taça Guanabara de 2017 neste domingo trará um
desafio por afirmação em uma terra estrangeiro para atletas dos dois lados. Os
equatorianos Orejuela, que luta para se recuperar de lesão, e Sornoza são os
trunfos do Fluminense para o clássico, enquanto o início promissor do peruano
Trauco e a grande fase de Guerrero são alguns dos motivos de confiança para o
Flamengo se sobressair.

Porém,
a lista de gringos que fizeram a diferença justamente em um Fla-Flu é bem
extensa. De Russo a Bottinelli, o LANCE! traz alguns dos nomes que fizeram a
diferença no clássico.
– Equatoriano
Sornoza e peruano Guerrero, que quer ratificar boa fase, são alguns dos gringos
que querem fazer história no Fla-Flu.
– Em
Fla-Flu alucinante no Brasileirão-2011, o argentino Bottinelli saiu do banco e
fez dois e decretou virada rubro-negra por 3 a 2.
– No
Brasileiro de 2010, Conca voltou a se destacar, dando passe para gol e
acertando bomba de fora da área no 2 a 1 do Flu.
– Maxi
Biancucchi garantiu a superação ao marcar o gol do Flamengo no Fla-Flu do
BR-2007. Mesmo com dois a menos, equipe fez 1 a 0.
– No
seu primeiro Fla-Flu, sérvio Petkovic cobrou falta deixando Zetti estático, e
iniciou virada rubro-negra por 3 a 2 no Carioca-2000.
– No
Fluminense, Petkovic marcou gol em empate em 2 a 2 no Fla-Flu. Em outra
partida, marcou um dos gols do Flu também num 2 a 2.
– Argentino
Doval deu show e marcou gol no Fla-Flu que terminou com vitória por 2 a 1 e
título rubro-negro no Carioca de 1972.
– No
Fluminense, Doval chegou a fazer gol em Fla-Flu, mas teve retrospecto abaixo da
média, apesar de faturar um Carioca.
– Artilheiro
do ataque do Flamengo no Carioca de 1953, paraguaio Benítez marcou na vitória
por 2 a 1 sobre o Fluminense.
– Adolpho
Milman, o ‘Russo’ nascido em uma região mais tarde chamada de Afeganistão, foi
herói do Fla-Flu da Lagoa.
– O
inglês Henry Welfare deixou sua marca com a camisa do Fluminense em vários
Fla-Flus da década de 1910.

COMENTÁRIOS: