Ronaldo busca espaço no time do Flamengo.

20
Volante Ronaldo em treino do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO
ESPORTE
: Numa partida em que o Flamengo cedeu o empate por 1 a 1 ao Volta Redonda
na bola aérea, boa parte do sistema defensiva funcionou. Pouco utilizados, os
volantes Cuéllar e Ronaldo foram bem na proteção à zaga e ganharam elogios de
Zé Ricardo na coletiva pós-jogo, nesta quarta-feira.


Gostei muito do Cuéllar, mostrou que pode ser importante. Ronaldo aproveitou
bem, a não ser em dois lances. O ponto positivo foi a atuação dos dois. Ronaldo
é um garoto que treina muito, inclusive fisicamente. Tem muito a evoluir esse
ano. Ele pode até surpreender ainda nessa temporada, porque não duvidamos do
potencial dele, mas é questão de tempo – disse Zé.
Profissional
desde o segundo semestre de 2015, Ronaldo teve somente nesta quarta-feira sua
primeira oportunidade como titular no time principal. Saiu-se bem. Iniciou a
jogada do gol de Felipe Vizeu com ótimo passe para Cafu e encontrou o mesmo
Vizeu no segundo tempo em lance no qual o atacante pecou na finalização.
– Fico
muito feliz pelo meu desempenho. Venho trabalhando a cada dia para isso nos
treinos. Para que possa aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível.
Fico triste também por não ter conseguido a vitória. É continuar trabalhando e
pensando em frente.
Como
tem apenas oito jogos como profissional, Ronaldo foi perguntado sobre suas
principais características. A primeira resposta de bate-pronto foi o passe,
fundamento no qual se destacou contra o Voltaço.
– Eu
acho que meu passe, meus desarmes. Tanto eu como eles (companheiros de posição)
temos isso. Quem tem a ganhar com isso é o Flamengo.
Ciente
de que as oportunidades não serão abundantes por ora, pensamento compartilhado
por Cuéllar, o volante de 20 anos não desanima e aguarda sua vez.


Esperança tem que sempre ter. Não é à toa que estou no Flamengo. Estou aqui
para batalhar, buscar meu espaço. Independente das qualidades que temos no meio
de campo, vou continuar trabalhando e me dedicando. Sei que é difícil, são
jogadores que estão bem. Romulo veio da Europa, Willian Arão está muito bem, e
o Márcio, também. Sigo aprendendo com eles, mas buscando meu espaço – encerrou.

COMENTÁRIOS: