Sem convocados, Flamengo terá força máxima contra Vasco.

13
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

UOL: O
Flamengo já está nas semifinais do Campeonato Carioca e estuda o que fazer com
o elenco nas últimas três rodadas da Taça Rio. A única certeza até o momento é
a de que o Rubro-negro entrará com o que tem de melhor disponível no clássico
contra o Vasco, domingo (26), às 18h30 (de Brasília), no estádio Mané
Garrincha.

Como
não tem compromissos pela Copa Libertadores – o próximo jogo será apenas em 12
de abril, contra o Atlético-PR, no Rio de Janeiro -, o Flamengo pode se
preparar com razoável tranquilidade.
A
tendência inicial é a de que os atletas sejam poupados depois de domingo. Com
isso, os jogos contra Volta Redonda e Fluminense devem apresentar uma equipe
rubro-negra bastante modificada, como já ocorreu em alguns momentos do
Campeonato Carioca.
Ainda
que cientes das oportunidades promovidas pela tranquilidade da classificação,
os jogadores do Flamengo veem com certa desconfiança as alterações.
 
“O
time que deseja ser campeão não tem momento certo para dosar. Só pensamos em
colocar o melhor em campo. O objetivo do Flamengo é o título. O futebol
proporciona isso. É ter sabedoria para chegar forte e descansado nas
partidas”, afirmou o capitão Réver.
Nem
sequer a preocupação com possíveis suspensões por cartões muda o pensamento de
muitos do elenco rubro-negro.
“É
um pouco complicado. Temos dois clássicos nos últimos três jogos. Se entrarmos
com uma equipe pensando em suspensão e não vencermos o clássico, lidaremos com
uma pressão desnecessária. A vitória não é certa quando se entra com força
total, mas a chance é maior. Acho que não há motivo para poupar ninguém. Não
podemos escolher quando jogar”, completou Réver.
Os
únicos desfalques do Flamengo para o clássico contra o Vasco são o meia Diego
(seleção brasileira), o lateral Trauco e o atacante Guerrero – ambos com a
seleção peruana.

COMENTÁRIOS: