Sem desembargador no Fórum, decisão sobre Fla-Flu sairá sexta.

17
Foto: Vicente Seda

GLOBO
ESPORTE:
A noite desta quinta-feira reservou mais um capítulo da decisão entre
Flamengo e Fluminese da Taça Guanabara. Porém, o desfecho só deve sair na manhã
desta sexta. Sandro Trindade, procurador da Federação de Futebol do Estado do
Rio de Janeiro (Ferj), e os advogados dos dois clubes estiveram no Fórum do
Tribunal de Justiça, mas não encontraram o desembargador que deveria estar de
plantão para caso de urgência.

De
acordo com o procurador, a informação recebida dos funcionários presentes no
local é o que o desembargador só poderá analisar e despachar o pedido a partir
das 9h, quando estará no Fórum. Porém, o mesmo deve se manifestar antes das
11h, horário da reabertura do Tribunal.
– A
gente chegou aqui por volta de 22h (de Brasília), distribuímos o agravo.
Flamengo e Fluminense fizeram o mesmo, distribuíram o recurso em conjunto.
Estamos aqui até agora esperando que o desembargador de plantão possa nos
atender ou se dignar ao menos a sentar e apreciar nosso pedido. Mas a
informação que estamos recebendo aqui do plantão judiciário é que o
desembargador não poderá nos atender, só virá às 9h, que não adianta nós
aguardarmos aqui, passarmos a noite aqui. A gente faz a pergunta: para que o
plantão judiciário? Se a gente não consegue ter acesso numa situação desse de
urgência, que estamos na iminência de venda de ingresso, com a torcida do
Flamengo dizendo que vai comprar, independentemente de ser mantida a torcida
única. Estamos tentando de todas as formas tentando ter ao menos uma decisão,
positiva ou negativa, para que possamos adotar as próximas ações em relação à
realização da partida.
Entenda o caso:
No dia
17 de fevereiro, o juiz Guilherme Schiling, do Juizado Especial do Torcedor e
dos Grandes Eventos do Rio, determinou que os clássicos realizados no estado
seriam com torcida única. Clubes e Federação, após audiência, conseguiram a
suspensão da liminar para a semifinal entre Flamengo e Vasco, no sábado. Para a
decisão, contudo, as discussões voltaram à tona. O Fluminense, sorteado como
mandante do jogo, ganhou o direito, após audiência na tarde desta sexta, de
jogar apenas para sua torcida. Eduardo Bandeira de Mello e Pedro Abad afirmaram
ser contra a decisão.

COMENTÁRIOS: