Arão e Douglas fazem duelo das ‘gadeias’ em Vasco x Flamengo.

22
Foto: Divulgação

EXTRA
GLOBO
: O mesmo zelo no trato com a bola, Douglas e Willian Arão mostram nos
cuidados com a vasta cabeleira. Em campo, os volantes de Vasco e Flamengo são
polivalentes: marcam, ajudam na criação das jogadas e ainda encontram tempo
para domar o penteado. Hoje, às 18h30, estarão frente à frente, no Maracanã. Em
disputa, uma vaga na final da Taça Rio e o título simbólico de melhor cabeludo
do clássico.

O
vascaíno atravessa ótima fase. Douglas tem sido, ao lado de Nenê, o melhor
jogador do time de Milton Mendes em 2017. Ele tem seguido à risca as
orientações do técnico, mas em casa quem dá o caminho das pedras é a mãe e a
irmã: desde que adotou o cabelo grande, usa um creme indicado pelas duas.
Para o
vascaíno Antônio Marcos, de 24 anos, o visual do volante é um carrinho por trás
no bom gosto. Entretanto, a qualidade que Douglas tem mostrado em campo
compensa qualquer coisa.
– Ele
está até melhor que o Nenê, vem jogando muito bem. Pode decidir o clássico –
afirmou o técnico em prótese dentária, otimista.

Willian Arão não vem brilhando tanto. Nada que ameace sua vaga no time — o
volante é homem de confiança de Zé Ricardo, intocável como seu cabelo. Sim,
quem convive com o jogador revela que ele detesta que mexam no seu penteado.
Também pudera: para deixá-lo do jeito que mais gosta, Arão lava a cabeça, faz
hidratação, passa um creme para cachos e termina com um fixador.
Tanto
capricho desperta admiração. Darberson Calixto, de 31 anos, aposta em uma
vitória do Flamengo por 1 a 0, com gol do volante. Na conversa, deixou escapar
que não acompanha muito o time. Já sobre o cabelo de Willian Arão, a resposta
estava na ponta da língua:

Curto o cabelo dele. Deixaria o meu crescer também.
Hoje,
os dois são destaques no retorno do Clássico dos Milhões ao Maracanã. Que vença
o melhor jogador, com a melhor cabeleira.

COMENTÁRIOS: