Casa cheia?

21
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

KLEBER
LEITE
: Mesmo não valendo praticamente nada, pois a final do Campeonato Carioca
é o que interessa, este Flamengo x Vasco, pela semifinal da Taça Rio, talvez
seja uma surpresa agradável, pois sinto as duas torcidas motivadas e, a saudade
do Maracanã também ajuda.

Para
somar ainda mais, o espetacular horário do jogo que, marcado para as 18h30,
propicia programação familiar durante todo o dia e, noite livre e escancarada,
para quem é da noite.
Acho
que teremos casa cheia…
Embora
o empate favoreça o Vasco, vejo favoritismo claro do Flamengo. Com todo
respeito…
Retrocesso
Leio
que há em pleno curso, manobra por parte dos clubes, visando duas viradas de
mesa no regulamento aprovado para o Campeonato Brasileiro.
O
primeiro item: permitir que os clubes possam mandar os seus jogos fora dos seus
estados.

disse e repito que, isto é a porta aberta para privilegiar o poder econômico.
Quem estiver com dinheiro em caixa vai sair por aí comprando todos os jogos
como visitante, passando para um “campo neutro”.
Pode
ser que alguém argumente que pode haver um caso em que ninguém seja
prejudicado. Respondo de pronto que é difícil, mas neste caso, poderia se abrir
uma brecha, exigindo unanimidade para a mudança de mando. Aí, nenhum problema…
Item
dois: a liberação de gramados sintéticos. Um absurdo!
No
campeonato passado, com um time apenas mediano, o Atlético Paranaense foi o
clube de melhor aproveitamento jogando em casa. Motivo? Joga no único gramado
sintético e, nestas condições, o jogo é outro.
Tomara
que a direção de competições da CBF seja firme e, liquide este retrocesso.

COMENTÁRIOS: