Clubes articulam reunião para discutir perda de poder na CBF.

20
Eduardo Bandeira, Presidente do Flamengo, e João Rego, Presidente da Portuguesa-RJ – Foto: Divulgação

RODRIGO
MATTOS
: Os grandes clubes brasileiros articulam uma reunião para discutir a
perda de poder dentro da eleição da CBF. Ainda não há data marcada para o encontro,
nem se sabe quantos times estão dispostos a comparecer. Certo é que alguns
clubes insatisfeitos com a mudança se mexeram para um encontro para debater
possíveis medidas.

Na
quinta-feira passada, dia 23, uma assembleia da CBF composta apenas por federações
estaduais decidiu mudar o estatuto da confederação. Pelo novo formato, as
federações passaram a ter voto com peso três, os clubes da Série A, dois, e os
clubes da Série B, um. Com isso, as entidades estaduais têm maioria com 81
votos, contra 60 das agremiações.
Desde
a divulgação da mudança, dirigentes de clubes como Atlético-MG, Santos,
Flamengo, Grêmio e Vasco reclamaram da mudança de estatuto. Nenhum deles foi
consultado. Apesar disso, nenhum deles tinha decidido agir até agora contra a
medida.
A única
ação contra a mudança de estatuto da CBF tinha sido do deputado Otávio Leite
(PSDB-RJ), que foi relator da Lei do Profut e entende que a lei não foi
respeitada, pois times de futebol tinham de ter participado da assembleia. Ele
foi ao Ministério Público Estadual pedir providências.
Agora,
os clubes articulam uma reunião que não deve contar com todos os membros da
Série A. Mas, segundo um dos articuladores, a maior parte dos principais times
deve estar presente, incluindo os clubes paulistas. Não há uma pauta
pré-definida de discussão, nem data, nem local. É um início de um movimento.

COMENTÁRIOS: