Conheça os 10 maiores Clubes de Futebol Americano do Brasil.

26
Jogadores de Futebol Americano do Flamengo entrando em campo – Foto: Jayson Braga

ENTRE
JARDAS
: Fizemos em fevereiro uma lista com dez jogadores de cada região do
Brasil para que nosso público começasse a conhecê-los. Sabemos da abrangência
do nosso portal e além de servir como um incentivo para que nossos leitores
começassem a ir aos estádios também serviria como uma homenagem pelo esforço
destes atletas.

Pois
bem, o futebol americano é um esporte coletivo e sem aquela linha ofensiva
segurando os defensores nunca que um quarterback o running back iria se
destacar. Então resolvemos fazer uma homenagem mais “coletiva”, apresentando
dez times que vocês têm que conhecer. Como somos praticamente um continente,
começaremos pelo Sudeste.
Vale
lembrar que as equipes não estão por ordem de importância, ok?
Flamengo FA:
O
Flamengo FA foi fundado em 2013, mas sua história vem de muito antes. Oriundo
do Rio de Janeiro Imperadores, primeira equipe de futebol americano carioca a
jogar na grama (lá o FA de areia é mais antigo), já começou com um projeto
enorme com vários atletas de ponta que vinham do Fluminense Imperadores,
campeão nacional em 2011.
As
cores e o nome mudaram, mas o espírito vencedor continuou o mesmo, e ainda que
não tenha sido campeão nacional o Flamengo FA já participou de duas finais do
campeonato brasileiro, perdendo em 2013 para o Jaraguá Breakers – Torneio
Touchdown – e Timbó Rex, no Brasil Bowl 2016.
Corinthians Steamrollers:
Outra
equipe que enverga o escudo de um dos maiores times de futebol do Brasil e que
fez por merecer, afinal, o Steamrollers é bi-campeão nacional. Venceu as
edições de 2011 e 2012 do Torneio Touchdown derrotando o Vila Velha Tritões e
Vasco da Gama Patriotas, respectivamente. Passando por reformulação no ano
passado não chegou a final de nenhuma competição, mas este ano é um dos
favoritos da SPFL.
Sada Cruzeiro FA:
Quem
pensa que a equipe do Sada Cruzeiro não tem nenhuma tradição se engana, afinal
a equipe é o BH Eagles – que começou como Get Eagles – com apoio da equipe de
futebol de Minas. Venceu a Liga Nacional do ano passado e depois de contratar
vários atletas de seleção brasileira surge como força do campeonato nacional
que será organizado pela BFA. Está fazendo um trabalho muito interessante tanto
dentro quanto fora de campo.
Vila Velha Tritões:
A
equipe “alaranjada” do Espírito Santo tem muita tradição no futebol americano
nacional. Uma das precursoras do esporte, a equipe foi campeã nacional em 2010
e perdeu a final em 2011. Revelou muitos atletas que hoje jogam em outras
equipes e também na seleção brasileira. Até hoje muitos atletas que vestiram a
camisa da equipe em 2010 relatam com emoção a partida épica contra o Vasco
Patriotas em 2010 na Vila Belmiro.
Lusa Lions:
Listas
são complicadas de fazer, afinal o Sudeste é muito grande. Mas não poderíamos
deixar de colocar a atual campeã da SPFL e finalista da Conferência Oeste da
Superliga Nacional do ano passado. Além disso – desde a época de Rhynos – vêm
em franca evolução.
Além
de contar com um excelente grupo de atletas em seu time de full pads, como
Catullo Góes, Vinícius Seiya e Leandro Fratini, a equipe ainda têm times de
flag football e até de e-sports. Primeira equipe a mandar jogos frequentemente
em um grande estádio (Canindé, em São Paulo), a equipe hoje é uma das únicas
que gera receita para sua parceira, a Portuguesa de Desportos. Outro dado
importante é que a equipe nunca utilizou nenhum jogador norte-americano em seu
elenco, provando que é possível fazer o futebol de lá com atletas nacionais.
Vasco da Gama Patriotas:
Uma das
melhores equipes do país durante muitos anos, o Vasco Patriotas esteve sempre
nos playoffs desde sua fundação em 2010, fruto da união do Blaze FA e do Rio de
Janeiro Patriotas. De lá para cá foram quatro finais do Torneio Touchdown,
sendo campeão em 2014. Na Superliga Nacional do ano passado perdeu a final da
conferência para o rival Flamengo e promete vir ainda mais forte para o
nacional deste ano.
São Paulo Storm:
Uma
das primeiras equipes fundadas no Brasil tem atletas em várias categorias do
esporte, desde o flag football masculino e feminino até o full pads. Foi tetra
campeão paulista e vice-brasileiro de 2009. Atualmente é o vice campeão
paulista e disputa a SPFL, sendo um dos favoritos, afinal, chegou na final ano
passado. Reestruturou sua comissão técnica e promete  muita força no campeonato nacional deste ano.
Minas Locomotiva:
O
atual campeão mineiro decidiu não participar da competição estadual deste ano,
porém já venceu por três vezes o certame, incluindo 2016 quando as equipes
fizeram a final no Mineirão. A equipe também disputou a Superliga Nacional e
venceu por duas vezes, porem ficou de fora dos playoffs. Atualmente conta com o
treinador John Booker, que teve passagem pela NFL.
Botafogo Reptiles:
A
equipe alvinegra começou nas areias ainda como Reptiles, e depois de levantar
alguns troféus do Carioca Bowl resolveu se aventura nos campos. A aventura tem
sido muito boa e a equipe está sempre chegando nos playoffs, com destaque para
a semifinal de 2014 do Torneio Touchdown. Atualmente conta com alguns jogadores
da seleção brasileira, com destaque para o quarterback Ramon “Mamão” Mártire.
Santos Tsunami:
A
equipe praiana foi fundada em 2010 em uma parceria do Tsunami American Football
e o Santos Futebol Clube. Desde aquela época a equipe sempre esteve envolvida
com a mídia e chama a atenção pelo apoio que recebe do clube e principalmente
de seus torcedores. Começou a disputar torneios nacionais em 2011 e ficou muito
perto dos playoffs da Superliga Nacional do ano passado. Foi um dos
protagonistas do primeiro Monday Night Football da história do Brasil ao
receber o Corinthians Steamrollers na Vila Belmiro.
Uberlândia Lobos:
Para
fechar nossa lista uma equipe tradicional nos campeonatos nacionais. Os Lobos
do interior de Minas estão na ativa desde 2008 e sempre lutando por um lugar
entre os primeiros. Por duas vezes foi vice-campeão mineiro, além de disputar e
vencer vários torneios regionais. Disputou ano passado a Liga Nacional e
terminou em terceiro no seu grupo. Também participou de quatro edições do
Torneio Touchdown, sendo representante de Minas ao lado do Ipatinga Tigres.

COMENTÁRIOS: