Flamengo não fez o mínimo…

24
Foto: Divulgação

FALANDO DE FLAMENGO: Por Léo Sardou

Vamos
lá… Mais do que ninguém eu sei… Não valia nada… Tanto que nem fui ao jogo… Por
motivos financeiros preferi beber mais na quarta-feira do que ver uma promessa
de pelada. No “caralhésimo” jogo do Flamengo de Zé Ricardo, funcionamos da
mesma forma, tivemos posse de bola e cruzamos bolas na área.
É esse
nosso jogo, nossos rivais sabem disso e não variamos, só o Zé não vê, quer
dizer a patrulha virtual também não, ou finge que não.
Durante
o jogo chego a ter pena do Diego, ele chega na frente, busca a boa atrás dos
volantes, vai na ponta, bate escanteio e tenta meter o gol de cabeça… Ah, Diego
se todos fossem iguais a você.
Zé,
lembra no pré jogo o que eu te falei do Arão? Claro que tem qualidade, mas, ele
nao pode esperar a bola fazendo a linha de 4 com Diego, Everton (Gabriel) e
Mancuello… Ele tem que vir de traz, é missão dele chegar com a bola dominada,
evitar chutão e auxiliar na armação da jogada… E deixar essa função de saída de
bola para o Márcio Araújo dá no que aconteceu aos 44 do segundo tempo, ele vai
entregar. Não era nem para ele fazer parte do elenco, mas, num elenco onde ser
“evangélico” é premissa de qualidade ele se faz necessário.
Zé, o
Márcio Araújo não é o único problema do “Seu” Flamengo, ele é UM dos problemas.
A questão que pegamos no pé dele é porque sabemos que em algum momento na
partida ele vai entregar, ou vai errar um passe como fez ontem, ou fazer uma
falta próximo da área faltando poucos minutos, com ele em campo não existe
tranquilidade.
Mas o
jogo de ontem eu acho que valeu no mínimo para você ver que dá para contar com
a garotada. Ronaldo entrou bem, não amarelou e no pouco tempo que esteve em
campo fez mais do que o Marcio Araujo. Não é possível que você não tenha visto
isso, ou seja, deixa ser cagão e bota a molecada para jogar. Vamos separar o
joio do trigo e só o Flamengo tem a ganhar.
Zé,
meu treinador, se você quiser ganhar algo, ou virar um grande treinador, tem
que aprender a variar o time taticamente. Reclamo desde o ano passado. São dois
pontas estáticos, time parado e bola na área. Isso não vai te levar a lugar
algum.
Dá uma
olhada na entrevista do Rodrigo. Você vem consagrando esse m*. Se ele está
com moral a culpa é sua. Falar em zagueiro, ontem pudemos observar que o Donatti
segura bem a onda, mas, observei também que os chutões do Vaz são solicitações
suas, já que, sem o Vaz, as bicudas para frente ficaram a cargo do Rever, só
não viu quem não quis.
Treinador,
você vai ter que por o Conca aí… Muda essa forma de jogar por favor…
Derrota do Flamengo não deve ser
relativizada
Ah,
alô galera do Twitter… Vamos parar de relativizar derrota… Eliminação não se
comemora, nem se acha normal! Desde a pasteurização da torcida do Flamengo,
advento dos últimos títulos nossos, melhor receita, melhor estrutura, melhor
CT, melhor financeiro… Paramos de identificar falhas. PORRA, SOMOS FLAMENGO!
PERDER OU SER ELIMINADO NUNCA VAI SER NORMAL, CARAL*!
Do
mais, vamos quarta-feira, pois, necessitamos VENCER, VENCER E VENCER.

COMENTÁRIOS: