Flamengo prepara volta de Rômulo e avalia jogo com 3 volantes.

18
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

GLOBO
ESPORTE
: Uma das contratações de peso do Flamengo para 2017, Rômulo está fora
de combate desde 18 de março, quando foi o único titular a participar da
vitória por 1 a 0 sobre o Resende. Dias depois, apresentou um desgaste muscular
na panturrilha direita, e o departamento de futebol resolveu investir pesado na
recuperação do atleta. No próximo fim de semana, na semifinal do Carioca,
contra o Botafogo, ele deve pelo menos ficar no banco de reservas.

Embora
não tenha sido lesão grave, o piauiense de Picos não conseguia uma razoável
sequência de jogos no Spartak-RUS, seu ex-clube, desde maio de 2016. Isso pesou
na readaptação ao futebol brasileiro, onde os clubes se acostumaram com a
rotina de atuar no famoso “quarta-domingo”.
Foi
titular no primeiro jogo oficial do Flamengo na temporada (vitória por 4 a 1
sobre o Boavista, na estreia pelo Carioca). Também iniciou a seguinte – 3 a 0
contra o Macaé – e acabou poupado na terceira partida, diante do Nova Iguaçu.
Depois disso, só perdeu jogos quando Zé Ricardo levou a campo equipes
alternativas.
Recuperação física e tempo para preservar
Romulo
A nova
rotina em detrimento da que tinha na Rússia causou o desgaste na panturrilha,
sofrido dias após o jogo com o Resende. Na partida em questão, foi vaiado. Era
visível que, além de tratar o problema na perna direita, o Flamengo desejava
preservar Rômulo para evitar uma pressão desnecessária. Não havia sentido expor
o jogador num momento em que o time estava com um pé na semifinal do Carioca e
com compromisso marcado para a Libertadores somente em 12 de abril.
Mesmo
sem acesso a números relativos a peso e percentuais de gordura do jogador,
repórteres que acompanham o Ninho do Urubu reparam que Romulo está fininho
agora. O jogador, inclusive, dedica-se bastante à questão física para render
100% do que pode.
Esquema de três volantes é possibilidade
para o jogo com o Atlético-PR
Líder
do Grupo 4 da Libertadores – soma seis pontos -, o Flamengo pode entrar com o
regulamento debaixo de braço para enfrentar o Atlético-PR, no próximo dia 26. O
esquema com três volantes, utilizado contra a Universidad Católica (0x1), em 15
de março, é uma possibilidade. Ela ganha mais força com a lesão de Diego,
indisponível por pelo menos quatro semanas.
No
Chile, diante da Católica, Zé Ricardo entrou com Márcio Araújo, Rômulo e
Willian Arão. Mesmo defensivo, o sistema deu certo em San Carlos de Apoquindo.
O Rubro-Negro perdeu por 1 a 0, mas foi bem superior até Santiago Silva abrir o
placar em lance de bola parada.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here