Flamengo segue projeto ‘Pratas do Ninho’ com joias da Base.

129
Wesley David e Lincoln Corrêa, joias do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

LANCE:
O Flamengo segue com uma preparação especial no Ninho do Urubu para as suas
promessas da base. Na última sexta-feira, o projeto “Pratas do Ninho”
teve sequência com alguns jogadores mais novos. Objetivo é ajudar na transição
dos atletas de uma categoria para a outra, até o profissional., começando desde
o sub-13.

As
avaliações são feitas no Centro de Excelência em Performance do Flamengo, o CEP
FLA. Vinícius Júnior, Lincoln e Wesley que estavam com a Seleção sub-20
participaram dos testes que também contou com a presença de Yuri César e
Patrick. Tudo foi acompanhado por membros das comissões técnicas das categorias
de base e do elenco principal do Rubro-Negro.
O
Doutor Márcio Tannure, Chefe do Departamento Médico da equipe principal falou
sobre o novo projeto e explicou qual objetivo do clube com isso.
– Hoje
pegamos esses atletas que vieram da Seleção Sub-17 que estão contemplados no
projeto, que ainda não tivemos a oportunidade de avaliar. O projeto ‘Pratas do
Ninho’ é um projeto não só de potencialização física do atleta, mas é também um
processo de integração entre as áreas dos atletas da base e do profissional,
para que essa transição seja feita da maneira mais suave possível. Eles já se
ambientam à estrutura e à metodologia do profissional, para quando eles
chegarem nessa categoria como atletas prontos -afirmou.
Tannure
ainda falou da importância de trabalhar ao lado do pessoal da base. Destacando
a união entre as comissões.
– Por
outro lado, serve de integração entre as áreas da base e do profissional. É um
processo de educação continuada entre as comissões técnicas, que participam (do
projeto) junto com seus atletas.
Por
fim, o médico explicou as etapas do “Pratas do Ninho” com os atletas
que estão participando neste início.

Inicialmente, antes de toda intervenção, é feita uma boa avaliação. Quando o
atleta chega ao Flamengo, ele é avaliado fisicamente, nutricionalmente e
psicologicamente. Depois disso, cria-se um relatório com todos os resultados
para fazermos a devolutiva, que já acontecerá hoje com os atletas que vieram de
manhã, onde participa a comissão da categoria correspondente. Mostramos os
resultados aos atletas, o que ele é hoje e onde queremos que ele chegue. Então,
planejamos a estratégia para que ele possa alcançar seu melhor potencial.

COMENTÁRIOS: