Flamengo tenta dar o troco no Brasília, em Manaus.

18
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

GLOBO
ESPORTE
: Garantidos no G4, Flamengo e Brasília duelam neste sábado, às 13h (14h
de Brasília), na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus, pela última rodada da
primeira fase do Novo Basquete Brasil. O Rubro-Negro, com a liderança
assegurada para os playoffs, apenas cumpre tabela diante do adversário e vai
direto para as quartas de final, assistindo de camarote o primeiro mata-mata.
Brasília vive situação parecida, já estando nas quartas. Se vencer os cariocas,
porém, avança para a terceira posição em caso de derrota do Franca para o Mogi.

Apesar
de não mudar muito no futuro dos times na tabela de classificação, Flamengo e
Brasília tem um gostinho diferente. A rivalidade entre as duas únicas equipes
campeãs do NBB sempre existe e o Rubro-Negro quer dar o troco após ter perdido
o jogo do primeiro turno, em janeiro, por 95 a 83. E, para isso, o comandante
do Fla, José Neto, afirmou que não poupará ninguém.

Vamos com força máxima, encarar esse jogo como se fosse valendo título. Não
vamos poupar ninguém, pois o Flamengo nunca entra para perder. E também porque
outras equipes dependem desse resultado – disse o técnico.
E,
pelo visto, a derrota no primeiro turno ficou “engasgada” nos jogadores
do Flamengo. De acordo com o ala Marcelinho, capitão da equipe, a vitória é
fundamental para que a equipe entre bem na próxima fase e como forma de
respeitar o público em Manaus.
– Tem
muita coisa que envolve esse jogo. Tem a rivalidade, tem o fato de a gente
estar jogando em um lugar que não tem sempre o basquete, então temos que
respeitar o público, que deve comparecer em peso. Perdemos o primeiro turno
para eles, e esse é um possível adversário nosso nos playoffs. Então o Flamengo
quando entra em quadra não pode entrar só para jogar, para ver no que vai dar,
a gente tem que continuar com a mentalidade vencedora de entrar para ganhar. O
Brasília vai entrar para ganhar porque tem uma equipe que ainda briga pelas
primeiras posições na tabela, então tem tudo para ser um grande jogo. Não creio
que será um jogo mais tranquilo só porque já classificamos em primeiro lugar –
acrescentou.
O time
candango, por outro lado, apesar de garantido no G4, quer ficar entre os
primeiros lugares e, por isso, a vitória é fundamental. Além disso, quer se
recuperar da derrota surpreendente para o Macaé, a última rodada. Apesar das
ausências de Alemão e João, o técnico Bruno Savignani disse que o tome está
focado.
– Toda
vez que a gente entra em quadra, entramos para ganhar, principalmente num
clássico deste, dos únicos campeões, a rivalidade sadia já existe. O G4 já
garantimos, precisamos buscar o lugar mais alto. Foi importante a gente ter
conhecido o ginásio, treinado, e principalmente sentido o clima. Aqui é bem
diferente do que a gente está acostumado, muito úmido, mas nosso conselho é que
eles se hidratem bem, o máximo possível, e saber que para o jogo vamos fazer
uma rotação mais rápida, e que eles possam se doar ao máximo – disse o
treinador.
Até a
última rodada, o Flamengo soma 21 vitórias, seis derrotas e 88.9% de
aproveitamento. Já o Brasília venceu 18, perdeu nove e soma um rendimento de
83,3%.

COMENTÁRIOS: