Média de público do SPFC é maior que grandes cariocas somados.

57
GLOBO
ESPORTE
: Considerado o campeonato mais charmoso do país, o Carioca de 2017 vem
sendo alvo de muitas críticas devido ao seu regulamento confuso e até certo
ponto injusto – mesmo que um clube conquiste a Taça Guanabara e a Taça Rio, o
título do estadual não está garantido. Por mais que o número de equipes
participantes em relação à última edição tenha diminuído de 16 para 12, e o
Maracanã faça falta, várias partidas acabam sendo pouco atraentes para os
torcedores, que muitas vezes preferem economizar e esperar as fases realmente
decisivas. Este vazio nas arquibancadas ao longo da competição fica ainda mais
evidente se compararmos as médias dos quatro grandes do Rio – Flamengo, Vasco,
Fluminense e Botafogo – com o São Paulo, time que mais tem levado torcida aos
estádios no Paulistão.
Nos
seis jogos como mandante, o Tricolor Paulista teve média de público de 32.228
torcedores por jogo. Tal número é quase 4,5 vezes maior que os principais
clubes cariocas juntos têm conseguido atrair (7.317) no estadual. Destaque para
o duelo contra o Corinthians, pela penúltima rodada da fase de classificação,
quando 51.869 torcedores compareceram ao Morumbi para prestigiar o clássico
Majestoso, que terminou empatado por 1 a 1. Por sua vez, o confronto contra o
Ituano, pela nona rodada, registrou a sua menor presença de público (11.886). O
curioso é que mesmo com a soma das médias de público do quarteto carioca
(29.268), o total fica abaixo da registrada pelo São Paulo, uma diferença de
2.960.
Analisando
apenas as grandes equipes do Rio, o destaque fica por conta do Botafogo, que
apesar de não priorizar o estadual, a ponto de ficar fora das semifinais da
Taça Guanabara em função da Libertadores, lidera a média de público do Carioca,
com 9.464 torcedores por partida. Dos seis jogos que fez em casa, o que teve
maior presença de torcedores foi o clássico contra o Flamengo (22.042), no
Engenhão, pela quarta rodada da Taça Guanabara. Por outro lado, o jogo contra o
Macaé registrou o menor público (3.951) do Glorioso tanto no estadual quanto na
temporada.
Na
sequência aparece o Flamengo. Em sete jogos como mandante, o Rubro-Negro, levou
cerca de 8.300 torcedores por jogo. Seu melhor público, como também da
competição, foi no empate por 2 a 2 com o Vasco, pela quarta rodada da Taça
Rio, no Mané Garrincha, em Brasília (28.071). O confronto com menos torcedores
do Fla no Carioca, assim como em 2017 até o momento, foi na vitória por 3 a 0
diante do Bangu, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (1.237).

O
terceiro é o Fluminense, com uma média de quase 5.800 torcedores em oito jogos.
Destaque para a final da Taça Guanabara, quando 25.451 espectadores
presenciaram o título do Tricolor na disputa de pênaltis após empate por 3 a 3
no tempo normal. No entanto, no duelo contra o Voltaço apenas 1.080 torcedores
foram conferir o desempenho da equipe comandada pelo técnico Abel Braga, em Moça
Bonita. Por sinal, também é o menor público do Flu no ano.
Dos
quatro grandes do futebol carioca, o Vasco é o que apresenta a pior média de
público no estadual deste ano, com aproximadamente 5.700 torcedores por
partida. Acostumado a atuar em São Januário com grande número de torcedores ao
longo de sua história, o Gigante da Colina teve seu melhor público (11.043)
como mandante no Engenhão, na derrota para o Fluminense por 3 a 0, na abertura
do estadual. O menor da temporada, por sua vez, foi na sua própria casa diante
do Boavista (1.852).

COMENTÁRIOS: