“Meu problema não é com Flamengo, é com Tannure”, diz Runco.

21
Guilherme e José Luiz Runco – Foto: Divulgação

MARLUCI
MARTINS
: Guilherme e o pai, José Luiz Runco, já viraram a página da crise
protagonizada no Flamengo. Recém-desligado do clube, o médico Guilherme divide
seu tempo entre o Hospital Pedro Ernesto e dois consultórios. E José Luiz
Runco, que tomou as dores do filho e espinafrou Márcio Tannure, chefe do
departamento médico, está no Texas, fazendo mais um curso de cirurgia em
joelho.


Enquanto Tannure estiver lá, eu e meu pai não teremos relação direta com o
Flamengo – diz Guilherme, que se desligou do clube porque o chefe do
departamento médico do Rubro-negro, Márcio Tannure, excluiu-o da equipe de
cirurgiões responsável pela artroscopia de Diego, no último sábado.
Apesar
da mágoa, o carinho pelo Flamengo continua.
– Acho
que de alguma forma ele (Tannure) queria me tirar do cargo. Meu problema não é
com o Flamengo. É com uma pessoa, que era meu chefe, a quem eu teria de me
reportar diretamente se lá permanecesse. Não dava para ficar remoendo, não.
Decidi dar um passo para trás e, no futuro, dar dois para a frente – afirma
Guilherme, já de cabeça fria.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here