“Quem joga Série B não pode ser campeão da A”, diz Andrade.

29
Foto: Divulgação

MARLUCI
MARTINS
: Herói ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Internacional na
final do módulo verde do Brasileiro de 1987, o ex-atacante Bebeto não abre mão
da faixa de campeão daquele ano. Apesar de o martelo da Justiça ter definido na
tarde desta terça-feira que o título é do Sport, o ídolo do Flamengo prefere
exaltar seu time e criticar o STF:

– Com
tanta coisa para se preocupar, o STF vai se preocupar com um título que a gente
ganhou jogando futebol? É o fim dos tempos! Aquele time tinha cinco jogadores
que foram tetracampeões mundiais. É pouca coisa? – destacou Bebeto, campeão da
Copa dos Estados Unidos, em 1994, ao lado dos ex-companheiros de Flamengo
Zinho, Leonardo, Jorginho e Aldair.
Normalmente
avesso a polêmicas, Bebeto chegou a zombar do time do Sport, considerado bem
mais fraco. E revelou ao blog ter pedido ao então presidente Márcio Braga que
aceitasse o cruzamento decisivo entre Sport, campeão do módulo amarelo, e o
Flamengo, vencedor do verde.
– Eu
queria até ter jogado uma partidinha com o Sport. Cheguei a dizer ao presidente
(Márcio Braga): “Presidente, boa a gente pra jogar com eles”. O Sport
nem ganhou o jogo deles na final. Ficou batendo não sei quantos pênaltis e no
fim o resultado foi pra moedinha – disse Bebeto, lembrando que na decisão do
módulo amarelo, Sport e Guarani fizeram 12 cobranças para cada lado, até que o
time de Campinas abriu mão do título, já que o Sport tinha campanha melhor.
Bem
mais tranquilo, o hoje treinador Renato Gaúcho, trata a decisão judicial com
indiferença.
– Isso
parece uma novela mexicana, que não vai acabar nunca. Mas, para mim, acabou
quando vencemos o Internacional no Maracanã e demos a volta olímpica. Ganhei o
bicho, gastei o bicho, peguei minha medalha e levantei a taça. Acabou ali e
estou tranquilo porque futebol é decidido em campo. Nosso time era muito
superior ao do Sport, quase todo mundo da seleção – afirmou Renato.

Andrade, um dos destaques daquele time, não esconde sua irritação com a decisão
do STF:
– Não
estou muito preocupado com isso. Não tenho dúvida de que o Flamengo é o
legítimo campeão. Quem joga a Série B não pode se considerar campeão da A. O
Flamengo só enfrentou equipes fortes. Era um timaço – encerrou Andrade.
Outra
peça do time de 1987, Aílton divide com os ex-companheiros sua indignação:

Jogamos a final contra uma equipe forte (o Internacional), com Maracanã cheio.
Está na história. Ninguém apaga. Na época nem teve tanta polêmica. É uma coisa
chata. Tenho respeito ao Sport. Mas não havia como, depois de passar por tanta
equipe top de linha, o Flamengo ser obrigado a enfrentar o time de um módulo
abaixo. É como se o time campeão da Série A de hoje tivesse de enfrentar o
vencedor da Série B para ser campeão. Mas se pensam diferente, quem sou eu pra
mudar?

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here