Um Flamengo x Fluminense alternativo…

26
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

GILMAR
FERREIRA
: Natural que Zé Ricardo e Abel Braga adotassem critérios mais
científicos do que técnicos para escalar os times de Flamengo e de Fluminense
para o clássico deste domingo no Kleber Andrade, em Cariacica.

São os
dois cariocas que mais jogaram este ano e os dois também que terão o calendário
mais apertado em 2017, estando o Flamengo envolvido com a disputa da
Libertadores, a cobiça maior.
ESTAMOS
estrando ainda no quarto mês e os tricolores já preparam a estreia numa quarta
competição _ e sem que nenhuma das quatro esteja terminada.
Não é
mentira: o Fluminense a partir desta semana estará no Estadual, na Copa do
Brasil, na Sul-Americana e na Primeira Liga.
E como
o elenco à disposição não é dos mais experimentados, o jeito é abrir o leque e
equilibrar o uso descobrindo novas opções.
COMPARANDO
o número de minutos em campo dos principais jogadores que estariam em condições
clínicas de participar deste clássico, vejo que sete tricolores estiveram em
ação por mais tempo do que os rubro-negros.
Daí a
opção de Abel Braga por escalar a maioria dos reservas, o que pode até oferecer
mais competitividade aos tricolores.
O
Fluminense tem a possibilidade de ter que fazer sete jogos em 21 dias e
precisará de elenco para isso…
A hora
de dar ritmo de competição a que tem pouca rodagem é essa, num Fla-Flu _ porque
Fla-Flu tem espírito próprio.
O
FLAMENGO tem o auxílio da EXOS, empresa americana especializada em
treinamentos, nutrição e fisioterapia para atletas de alta performance.
E o
planejamento foi voltado para que os jogos da Taça Rio fossem tomados como fase
preparatória para as finais do Estadual e fase de grupos da Libertadores.
Como o
elenco é equilibrado, Zé Ricardo está bem tranquilo, apesar de o time ter
vencido só duas partidas das últimas cinco que fez.
OS
ESTADUAIS perderam importância à reboque da globalização e algumas federações,
como a do Rio, não souberam criar atrativos para atrair o público.
Muito
provavelmente, porque tem a receita garantida através das cotas da TV.
Por
isso, não vejo nada de anormal num Fla-Flu como o de hoje ser realizado numa
praça tão receptiva quanto estratégica para os cariocas quanto à capixaba.
Haverá
público no estádio…
Botafogo, Vasco e a overdose de clássicos
no Estadual do Rio de Janeiro
Botafogo
e Vasco entram em campo no Engenhão e em Moça Bonita, enfrentando,
respectivamente, Resende e Nova Iguaçu.
Jogam
com a obrigação de vencer seus jogos e confirmar a presença tanto nas
semifinais da Taça Rio quanto no quadrangular que decidirá o Estadual.
É a
esperança de um resgate na imagem de um campeonato tão mixuruca.
Competição
que passará a ter, se assim for, uma “overdose” de clássicos.
Serão
três na reta final do turno e quatro na que decide o Estadual.
Dez
seguidos, se computados os jogos Botafogo x Fluminense, Vasco x Flamengo e
Flamengo x Fluminense.
Haja
rivalidade…

COMENTÁRIOS: