Veja crias da Base que pedem passagem no Futebol Brasileiro.

17
Foto: Divulgação

LANCE:
Se você é daqueles que gostam de saber o nome de todos os jogadores do seu time
e é torcedor de um dos 12 principais clubes do Brasil, com certeza, já notou a
presença de muitos atletas da base sendo escalados neste começo de ano. Hoje e
nos próximos dois dias, o LANCE! faz um levantamento de como Atlético-MG,
Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional,
Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco estão aproveitando a prata da casa entre
os profissionais até agora na temporada.

A
notícia é boa para os entusiastas da ideia de que os clubes têm que formar seus
talentos em casa. Entre os dirigentes ouvidos pelo L!, o discurso unânime é de
que esta filosofia chegou para ficar. Há talentos despontando, com potencial de
venda e carreira promissora, vários jogadores sendo titulares e uma esperança
de que a base possa ter mais atenção, por mais que a situação financeira dos
clubes e a crise no país também influenciem no quesito.
O
levantamento feito pelo L! (veja mais abaixo) mostra que, nos 12 clubes
analisados, a necessidade financeira – e a consequente dificuldade de se fazer
grandes contratações – ainda é a maior aliada dos garotos.
Nos
clubes onde notadamente o dinheiro anda escasso, há mais crias da base
militando entre os profissionais. Botafogo, Corinthians, Fluminense, Grêmio,
Inter, São Paulo e Vasco, por exemplo, estão entre aqueles com mais pratas de
casa no plantel. Já no Cruzeiro e entre os quatro primeiros colocados do último
Brasileirão, Palmeiras, Santos, Flamengo e Atlético-MG, onde a situação
financeira anda mais controlada e/ou os elencos são mais estrelados, cabem aos
atletas oriundos dos juniores papeis de menor destaque.
– O
aproveitamento não é só medido pelo número de jogadores atuando, mas pelo
projeto que o clube tem com a base. Temos que entender primeiro o projeto,
depois os números – se defende João Paulo Sampaio, coordenador das categorias
de base do Palmeiras, clube que só usou uma cria da base até agora no ano
(Vitinho).
– A
tendência é que um clube em dificuldade financeira aproveite mais a base. Com
dinheiro, aproveita menos. É o ciclo do dinheiro. Não deveria ser assim, mas
sim pela qualidade da base – lamenta André Figueiredo, diretor da base do
Atlético-MG.
Abaixo,
você encontra a relação dos jogadores oriundos da base, o tempo de contrato
deles e um resumo de como os clubes pesquisados vêm tratando de suas joias.
BOTAFOGO

A base
tem sido muito bem aproveitada. No elenco, o número de jogadores formados no
clube impressiona, e o técnico Jair Ventura tem utilizado os garotos inclusive
na Libertadores. Até agora, foram 11 os atletas que já tiveram chances,
totalizando 43 partidas. Entre as crias da base, jogadores já bem conhecidos da
torcida, como Sassá.
– Destaques:
Marcelo – O zagueiro foi o
capitão do time sub-20 que conquistou o Carioca e o Brasileiro em 2016. Em seu
primeiro ano como profissional, foi titular em todos os jogos da Libertadores
até agora e jogou até improvisado como lateral-direito.
Matheus Fernandes – O
volante de 18 anos é visto no clube como uma das mais promissoras revelações
dos últimos anos. Foi titular em alguns jogos da Libertadores e tem passagens
pelas seleções de base do Brasil.
Leandrinho – O
meia de 20 anos está em seu segundo ano nos profissionais e tem atuado com
maior frequência com Jair Ventura.
– Contrato renovado
Marcelo
teve o contrato prolongado recentemente até o fim de 2020. O Botafogo tem 60%
dos direitos econômicos. A multa rescisória é de cerca de R$ 132,5 milhões
(para o exterior) e R$ 100 milhões para clubes do Brasil.
FLAMENGO
O
Rubro-Negro está entre os clubes pesquisados que menos vêm utilizando a base.
Foram nove os jogadores escalados até agora, totalizando 44 partidas. Por mais
que o técnico Zé Ricardo venha tentando dar cada vez mais espaço aos garotos,
no time titular, porém, não há pratas da casa.
Destaques:
O
grande destaque nem está integrado ainda os profissionais. Trata-se de Vinícius
Júnior, que ainda está no sub-20, mas vai treinar com os profissionais em
breve. No time principal, os mais promissores são Lucas Paquetá, Matheus Savio
e Felipe Vizeu.
Contrato renovado
Vinícius
Júnior assinou o primeiro contrato profissional com o Flamengo em agosto do ano
passado. A multa rescisória é de 30 milhões de euros para transferência
internacional e R$ 30 milhões para o mercado brasileiro. Os direitos dele são
80% do Flamengo, 10% Traffic e 10% do próprio jogador. O clube quer estender o
vínculo da joia.
FLUMINENSE
Tido
como um dos clubes que mais revelam talentos na base, o Tricolor das
Laranjeiras é disparado aquele que vem aproveitando melhor a prata da casa
neste ano. Até agora, foram 16 os jogadores escalados, totalizando a incrível
marca de 110 partidas em 2017. Léo e Douglas estão entre os titulares do time
de Abel Braga.
– Destaques:
Gustavo Scarpa – O
meia há muito deixou de ser uma revelação. É uma realidade e tido como o
principal jogador do elenco do Fluminense
Douglas – É apontado como
principal revelação do elenco. O volante ganhou rapidamente a posição de
titular e tem tido boas atuações
Pedro – Vem ganhando
oportunidades aos poucos no ataque. Na base, foi artilheiro de muitas
competições.
– Contrato renovado
Neste
mês, Gustavo Scarpa teve o contrato renovado. O anterior era válido até o fim
de 2019 e vai agora até 25/9/2020. O Fluminense tem 45% dos direitos de Scarpa.
Não há informação sobre o valor da multa rescisória.
VASCO
O
Vasco vive um momento financeiro complicado para grandes contratações e vem
apostando em alguns garotos. São dez os atletas já utilizados, totalizando 75
partidas no ano. O lateral-esquerdo Henrique e o volante Douglas são titulares.
Outro muito utilizado é Guilherme Costa.
– Destaques:
Douglas – Não era o nome mais
badalado na base, mas foi pinçado por Jorginho durante a Série B do ano passado
e se destacou.
Evander – Era um dos grandes
nomes na base do Vasco, mas ainda não conseguiu se firmar entre os
profissionais. Com apenas 18 anos, tem muita habilidade e visão de jogo.
Thalles – Sempre foi
considerado uma joia pelo Vasco, mas até hoje não conseguiu se firmar como
titular, e já teve muitas oportunidades. Uma das coisas que atrapalham o
atacante é o seu problema em se manter no peso.
– Contratos renovados
No fim
de 2016, Douglas, Thalles e Jomar renovaram contrato até 2019.
CORINTHIANS
A base
vem ganhando cada vez mais espaço e o número de pratas da casa no elenco
comprova isso. A utilização se deve a dois motivos: há muito talento (e os
resultados nas categorias inferiores provam isso) e as dificuldades financeiras
contribuem. São dez os jogadores utilizados, totalizando 71 atuações.
– Destaques:
Maycon
e Guilherme Arana são titulares e frequentam seleções de base. Pedrinho e
Carlinhos foram destaques na conquista da Copa São Paulo deste ano e buscam
espaço no elenco.
– Contratos renovados
O
Corinthians renovou com vários jogadores recentemente. Quatro deles de uma vez:
Guilherme Arana, Caique França, Maycon e Marciel.
PALMEIRAS
Atual
campeão brasileiro e dono de um dos elencos que mais reforços receberam
recentemente, o Palmeiras não tem titulares da base no time principal. Somente
o meia Vitinho foi escalado nesta temporada, tendo entrado no segundo tempo de
dois jogos pelo Campeonato Paulista.
– Destaques:
Daniel
Fuzato é goleiro das seleções de base e é tratado como um jogador para o futuro
do clube, assim como o meia Vitinho, considerado um dos mais técnicos do atual
elenco, apesar da pouca idade.
– Contratos renovados
O
zagueiro Thiago Martins teve o contrato que vencia no fim de 2018 prolongado
até o fim de 2019, após sofrer uma lesão neste mês. Na base, o atacante Gabriel
Barbosa, de 18 anos, que jogou a Copa São Paulo, teve 50% dos direitos
econômicos comprados e renovou por três anos, até 24/1/2020. Os outros 50% dos direitos
dele são do Desportivo Brasil.
SANTOS
Historicamente,
o Santos aposta na base, tanto por revelar talentos, quanto por necessidade. No
entanto, o time é o segundo que menos escalou pratas da casa nesta temporada.
Foram cinco jogadores, que atuaram juntos 50 vezes. Atualmente, fazem parte do
time titular: Lucas Veríssimo, Zeca e Thiago Maia.
– Destaques:
De
quem já está no profissional, Arthur Gomes é tido como uma das maiores
promessas. O zagueiro Lucas Veríssimo, o lateral Zeca e o volante Thiago Maia
têm atuado com segurança em jogos importantes, inclusive na Libertadores.
– Contrato renovado
Destaque
do sub-17, o atacante Rodrygo está negociando seu primeiro contrato
profissional com o clube. Por já ter sofrido assédio de europeus, deverá ter
multa fixada em 50 milhões de euros, valor fixado pelo clube em outros
contratos, como o de Lucas Lima (que não é da base).
SÃO PAULO
O uso
mais constante da base começou por necessidade no ano passado, quando o time
brigava para não cair no Brasileirão. Os garotos corresponderam e ganharam
chance para iniciar 2017. Com o técnico Rogério Ceni no comando são 11 os
pratas da casa utilizados até agora, com 76 partidas no total.
Destaques:
As
principais peças da base são Rodrigo Caio, que já tem seis anos de profissional,
Lucas Fernandes e Luiz Araújo. Rodrigo Caio, Júnior Tavares, João Schmidt e
Luiz Araújo são titulares.
Contratos renovados
Recentemente,
renovaram Luiz Araújo (70% do São Paulo e 30% do Mirassol), Lucas Fernandes
(95% do São Paulo) e Rodrigo Caio, todos saindo de 2019 até 2021. O mesmo deve
acontecer com Araruna (80% do São Paulo). Em janeiro, o clube comprou Shaylon e
Júnior Tavares, que estavam emprestados por Chapecoense e Grêmio,
respectivamente. Foguete também teve o contrato renovado (31/12/2018), mas foi
emprestado ao Vila Nova.
ATLÉTICO-MG
Desde
o surgimento de Bernard, em 2012, o Atlético-MG tem dado oportunidade aos garotos
das divisões de base. No entanto, neste ano, somente oito pratas da casa foram
utilizados (entre eles, o veterano Rafael Moura, de volta ao clube),
totalizando 51 partidas. O zagueiro Gabriel se tornou titular e é o destaque.
– Destaques:
O
zagueiro Gabriel tornou-se titular absoluto da equipe desde a série de lesões
de Erazo, no fim do ano passado. Ralph surgiu no início da temporada e fez boas
partidas enquanto o clube aguardava as chegadas de Elias e Adilson.
– Contrato renovado
O
zagueiro Gabriel, tido como sucessor de Jemerson no elenco, renovou o seu
compromisso com o Atlético-MG até dezembro de 2020 recentemente.
CRUZEIRO
O
clube tem dado oportunidade para os jovens da base desde a chegada de Gilvan de
Pinho Tavares à presidência. O nome mais emblemático revelado neste período é o
de Lucas Silva, que voltou neste ano ao Cruzeiro. Em 2017, são oito os pratas
da casa utilizados, com 57 partidas no total.
Destaques:
O
goleiro Rafael é um grande nome da equipe. Já experiente, com 27 anos, ele
substitui Fábio, lesionado, e vem tendo ótimas atuações. Outros destaques são
jogadores experientes, como Lucas Silva e Alisson.
Contrato
renovado
O
zagueiro Murilo Cerqueira, recém-promovido para o time profissional, teve o
contrato renovado até dezembro de 2020. Ele é apontado como o sucessor de Dedé
na equipe profissional.
GRÊMIO
Dos
clubes pesquisados, o Grêmio é, ao lado do Fluminense, o que mais jogadores da
base usou até agora em 2017: com 16. Eles totalizam 68 partidas. No entanto,
nove destes jogadores entraram em campo apenas uma vez. Luan, Everton, Pedro
Rocha e Rafael Thyere, bem conhecidos da torcida, estão entre os mais
escalados.
– Destaques:
Arthur – Capitão do time
sub-20, o volante de 20 anos foi integrado ao time principal em 2015. No ano
passado, seu contrato foi estendido até dezembro de 2019. Conhecido pelo bom
toque de bola, é uma das principais promessas do clube.
Luan – Campeão olímpico, o
atacante de 24 anos foi promovido ao elenco principal do clube em 2014. No
Campeonato Brasileiro de 2015, foi premiado com a Bola de Prata e eleito para a
seleção do campeonato.Tem contrato até setembro de 2018. Multa rescisória é de
60 milhões de euros.
– Contrato renovado
Everton – O atacante de 21
anos teve o contrato renovado até o fim de 2020. Sua multa rescisória para
clubes brasileiros é de R$ 130 milhões. O Grêmio detém 70% dos direitos
econômicos.
Pedro Rocha – O
atacante de 22 anos tinha contrato até o fim desta temporada, mas acertou a
renovação até o fim de 2019. O Tricolor tem 70% dos direitos dele, com
possibilidade de comprar outros 30%.
INTERNACIONAL
Após o
rebaixamento para a Série B do Brasileiro, o Colorado vem utilizando mais a
base. Foram 12 os jogadores utilizados até agora, totalizando 75 jogos na
temporada. Os principais destaques são os campeões olímpicos William e Rodrigo
Dourado, além de Valdivia, que pode trocar o Beira-Rio pelo Palmeiras.
– Destaques:
William – Campeão olímpico, o
lateral-direito tem 21 anos e ganhou espaço no time principal em 2015.
Rodrigo Dourado
Também campeão olímpico, o volante de 22 anos é um dos xodós da torcida e foi
integrado ao time principal em 2012.
Valdívia – O meia de 22 anos
estreou no grupo principal em 2013 e teve seu auge em 2014 e 2015. Em 2016,
sofreu lesão e ficou fora da Olimpíada.
– Contrato renovado
Léo Ortiz – O
zagueiro de 21 anos tinha vínculo por uma temporada, mas neste mês renovou contrato
até o fim de 2019.
Charles – O volante de 20 anos
teve neste mês o contrato com o clube renovado até o fim de 2020. Os direitos
econômicos são 100% do Inter, e a multa rescisória bate a casa de 60 milhões de
euros.
Valdívia – Tinha contrato até a
metade de 2019, mas neste mês renovou até dezembro de 2020.

COMENTÁRIOS: