Brasileirão virou obrigação para o Flamengo.

8
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

GOAL: Não
é para apontar os motivos de mais uma eliminação precoce na Libertadores. Mas
todos sabem que o título do Campeonato Carioca é muito pouco para a realidade
do Flamengo, que entrou na temporada com o objetivo de levantar o troféu da
competição sul-americana. E agora, após outro fracasso, o Brasileirão se tornou
obrigação e a pressão voltou à tona.

É bem
verdade que a equipe ainda tem a Copa do Brasil e a Sul-Americana, e agora elas
surgem como opções, uma vez que no último ano, o Rubro-Negro foi muito mal
nessas duas. Porém, o foco segue sendo a principal competição nacional.
Após
desembarcar na última quinta-feira (18) sem atividade no Ninho do Urubu, o
elenco se reapresentou na manhã desta sexta (19), com o treinamento fechado
para a imprensa, visando o confronto contra o Atlético-GO, pela segunda rodada
da Série A.
A
expectativa dos torcedores é que o time esteja mais encorpado para a sequência
de jogos. Ainda sem estrear pelo Flamengo, Conca pode finalmente estrear em
junho. Além do mais, Ederson está aos poucos, adquirindo ritmo de jogo,
enquanto Diego está na fase final de recuperação da artroscopia no joelho
direito.
O
elenco não é ruim e a eliminação pode ser mais classificada como um desastre do
que vexame. No entanto, não adianta ter um clube organizado, se no futebol o
comando não é tão bom assim.
O
título do Campeonato Brasileiro virou uma obrigação, e os jogadores precisam
saber lidar com a pressão da torcida além do psicológico para ter o mínimo de
sucesso na temporada. Os torcedores já estão cansados de esperar.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here