Caetano prega rodízio ao Flamengo em busca de mais títulos.

10
Presidente e time do Flamengo recebendo premiação do Carioca 2017 – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO
: Não há tempo sequer para a ressaca do título. O Flamengo já tem mais
três jogos considerados decisivos para quem almeja todos os títulos em disputa
na temporada. Hoje, 19h30, no Maracanã, o clube recebe o Atlético-GO pela Copa
do Brasil com um time misto. A novidade fica por conta da volta de Ederson
depois de dez meses.

O
elenco será utilizado, já que no sábado a equipe estreia no Brasileiro contra o
Atlético-MG e precisa vencer em casa. Na outra quarta-feira, é a decisão da
vaga na próxima fase da Libertadores, contra o San Lorenzo.
Com a
reafirmação do bom trabalho pelo título Estadual, o diretor Rodrigo Caetano
explica o plano de rodar o time:
— O
que termina primeiro é a primeira fase da Libertadores. Mas não é menos
importante que o jogo de amanhã (hoje), que termina só na outra quarta-feira
(24). E como vou encarar o Brasileiro estreando contra um concorrente direto?
Esses três pontos tenho que ganhar porque vou jogar lá. Então não tem como
escolher — explicou.
A
ideia é avaliar o elenco depois da partida contra o San Lorenzo. Com um
calendário apertado, a cada três jogos os jogadores podem rodar na equipe
principal. Isso, claro, sem levar em conta momentos decisivos, como nas finais
do Estadual.
— Em
que momento vai ter pausa? Nenhum. Vamos escalar quem estiver em melhores
condições. Os atletas foram para o sacrifício nesses três jogos. Por
necessidade precisam descansar. A estreia no Brasileiro é sábado (13), segunda
treina para viajar à Argentina. Depois tem jogo sábado com o Atlético-GO de
novo (20), e quarta (24) pela Copa do Brasil.

COMENTÁRIOS: