“Estamos deixando vaidades de lado”, diz jogador do Flamengo.

24
Ederson em coletiva pelo Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

SITE
OFICIAL DO FLAMENGO
: Após trabalho realizado no Ninho do Urubu na tarde desta
quinta-feira (11), o meio-campista Ederson concedeu entrevista coletiva na Sala
de Imprensa Victorino Chermont. Entre os assuntos abordados, o jogador falou
sobre seu retorno aos gramados após dez meses de recuperação e o próximo
adversário do Flamengo, o Atlético-MG, na estreia do Campeonato Brasileiro.

“Sei
o quanto esses dez meses foram difíceis para mim e que não é fácil voltar
depois de um longo tempo. Porém, estou motivado e muito feliz, pois muitas
pessoas me apoiaram, tanto aqui no grupo quanto nessa imensa torcida que temos.
Agradeço muito a todos e sempre quero dar o meu melhor. Claro que isso precisa
ser feito com muita inteligência e com calma para que tudo dê certo. Espero
estar à disposição e ajudar da melhor maneira possível”, afirmou o
jogador.
Confira
os principais trechos:
Campeonato Brasileiro
Acho
que nosso time é muito qualificado, temos um elenco muito bom e, acima de tudo,
que joga muito bem junto. Creio que estamos conseguindo deixar vaidades de
lado, acreditamos muito no trabalho do Zé Ricardo, que vem dando oportunidades
para todos. Isso é muito positivo, essa dinâmica entre nosso grupo. Acredito
que temos chance de lutar até o fim na busca pelo título e, com a grandeza do
Flamengo, temos o dever de tentar fazer isso, pois nossa torcida merece muito.
Eles nos apoiam bastante, tanto em casa quanto fora, e isso pode nos ajudar
muito a cada rodada. Nosso lema é pensar partida a partida e manter os pés no
chão.
Estreia contra o Atlético-MG
Com
certeza será um grande jogo. Enfrentar um time qualificado como o Atlético-MG
logo na estreia do campeonato nos motiva muito, são dois campeões estaduais.
Queremos começar com o pé direito e vamos nos preparar bem. Como o Zé Ricardo
sempre fala nos treinos, temos que virar a chave. Espero que seja uma grande
partida entre duas equipes de qualidade.
Nação cantando seu nome
Foi um
momento muito especial para mim. Fiquei muito emocionado por ouvi-los cantando
meu nome e pedindo para eu entrar, fico muito grato. Essa torcida é
maravilhosa, nos apoia do início ao fim. Ontem foi um dia muito especial e
espero poder viver bons momentos daqui para frente.
Apoio do filho
Depois
que chegamos do Brasil vindo da Europa vi que ele se transformou muito e passou
a amar muito mais o futebol, virou flamenguista nato. Ele estava muito feliz
por me ver jogar, assim como toda minha família. Foi muito bom vê-lo com um
sorriso no rosto, é muito gratificante.
Volta aos gramados
Quando
o jogador fica muito tempo afastado, pesa a falta de ritmo, tempo de bola,
noção de espaço e entrosamento com a equipe. Isso vem com o tempo e com os
jogos. Vou trabalhar muito para isso e preciso seguir empenhado. Tenho ficado
satisfeito com os treinos e com o apoio dos meus companheiros. Espero render o
meu melhor para ajudar meu time a conseguir as vitórias.

COMENTÁRIOS: