Ferj já embolsou R$ 871 mil só com jogos do Flamengo no Carioca.

26
Torcedores do Flamengo preocupados – Foto: Complexo Maracanã

CHUTE
CRUZADO
: No apagar das luzes do Carioca, Flamengo e Fluminense tiveram o maior
lucro com bilheteria em jogos disputados no estado do Rio. Parece algo
vantajoso, mas longe disso. Da renda de pouco mais de R$ 1,6 milhão do clássico
de domingo, os finalistas ficaram com apenas R$ 569 mil. Ou seja, cerca de 34%
do total. O Tricolor abocanhou quase R$ 284 mil, enquanto os rubro-negros, que
tiveram penhora e antidoping descontados, ficaram com R$ 235 mil.

O
maior faturamento do Flamengo em toda a competiçao permanece no valor de R$
297.500, garantido duas vezes, contra o Vasco, em Brasília e diante do
Fluminense, em Cariacica. Ambos os jogos foram comercializados por uma empresa.
O Fluminense, por sua vez, mantém seu recorde em R$ 350 mil, também no Fla-Flu
de Cariacica.
A
margem de lucro dos clubes ainda foi maior por que o primeiro jogo da final
teve mando do Fluminense. Logo, o contrato entre o clube e a Odebrecht,
administradora do estádio, prevaleceu, reduzindo o aluguel a R$ 100 mil. Com
outros gastos, como custo operacional de R$ 417 mil e confecção em venda e pré
venda de ingressos (R$ 109 mil) e Taxa Ferj (R$ 162 mil), as despesas atingiram
pouco mais de R$ 1 milhão.
No
saldo do campeonato, o Flamengo tem até agora, em 16 jogos disputados, lucro de
R$ 666 mil. Em seus jogos, a Taxa Ferj arrecadada chegou a R$ 871 mil. Já o
Fluminense continua no vermelho no Campeonato Carioca: o prejuízo tricolor nas
bilheterias dos 16 jogos é de R$ 194 mil. Nas partidas do clube das Laranjeiras
foram arrecadados R$ 509 mil de Taxa Ferj.

COMENTÁRIOS: