Flamengo arrecadou 41,5 milhões a mais que Palmeiras em 2016.

21
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

UOL: O
Flamengo foi o clube de maior receita no Brasil em 2016. De acordo com estudo
divulgado pelo consultor de marketing e gestão esportiva Amir Somoggi, o clube
rubro-negro recebeu R$ 510,1 milhões no ano, um aumento de 43% em relação à
receita do ano anterior (R$ 355,6 milhões).

Completam
o top 5 do ranking de receitas de 2016: Corinthians (R$ 485,4 milhões),
Palmeiras (R$ 468,6 milhões), São Paulo (R$ 393,4 milhões) e Grêmio (R$ 325,8
milhões).
Segundo
o estudo, o ano passado foi o de maior receita da história do futebol
brasileiro, com R$ 5,4 bilhões. Grande parte do crescimento se deveu ao
recebimento, pelos grandes clubes, de valores de luvas relativos aos contratos
de TV válidos para os anos de 2019 a 2024, que foram antecipados. Por isso, a
tendência é que, em 2017, sem luvas a receber, esses valores caiam.
A
dependência dos clubes do dinheiro da televisão também nunca foi tão grande. Em
2016, 51% da receita média dos 20 maiores times do Brasil veio de direitos de
TV, enquanto 14% correspondeu a transferências de atletas, 11% a patrocínio e
publicidade, 11% a departamento social e amador, 7% a bilheteria e 6% a outras
fontes.
Confira as 20 maiores receitas do futebol
brasileiro em 2016:
1.
Flamengo (R$ 510,1 milhões)
2.
Corinthians (R$ 485,4 milhões)
3.
Palmeiras (R$ 468,6 milhões)
4. São
Paulo (R$ 393,4 milhões)
5.
Grêmio (R$ 325,8 milhões)
6.
Atlético-MG (R$ 316,3 milhões)
7.
Santos (R$ 295,8 milhões)
8.
Fluminense (R$ 293,2 milhões)
9.
Internacional (R$ 292,7 milhões)
10.
Cruzeiro (R$ 238,4 milhões)
11.
Vasco (R$ 213,3 milhões)
12.
Atlético-PR (R$ 164,1 milhões)
13.
Botafogo (R$ 160,1 milhões)
14.
Sport (R$ 129,6 milhões)
15.
Bahia (R$ 120,7 milhões)
16.
Vitória (R$ 112 milhões)
17.
Coritiba (R$ 109,5 milhões)
18.
Goiás (R$ 83 milhões)
19.
Chapecoense (R$ 74,8 milhões)
20.
Figueirense (R$ 70,9 milhões)

COMENTÁRIOS: