“Flamengo e Maracanã foram feitos um pro outro”, diz Kleber Leite.

10
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

KLEBER
LEITE
: Em entrevista à minha querida amiga Marluci Martins, brilhante repórter
e, colunista do jornal Extra, o nosso Galo, meio que mandou um recado para seus
súditos, ou seja, para a torcida do Flamengo, dizendo e alertando que a euforia
da nossa torcida é desproporcional ao real valor do nosso time.

Zico
tem razão, mas sempre foi assim, até mesmo quando os nossos times não eram nem
um pouco representativos. Já tivemos alguns times medonhos, porém, a nossa
galera sempre esperou por um milagre e, acreditou sempre. Talvez seja este um
dos segredos da importância do clube e do tamanho da nossa torcida.
Ao
contrário de algumas épocas não tão felizes, temos um bom elenco e um time de
razoável para bom. A diferença é que atualmente tudo está muito nivelado, sem
grandes bichos papões, o que faz com que o torcedor acredite que qualquer
caneco pode ser conquistado, respeitando-se como limite as fronteiras do
continente sul-americano.
E a
nossa estreia, quarta que vem, contra o Atlético Goianiense, será mesmo no
Maracanã, já que a Arena rubro-negra, na Ilha do Governador, ainda não foi
liberada pelas autoridades competentes. Melhor assim. Sei que muitos não
concordam comigo, mas o Maracanã é a nossa casa. Diria mesmo que, o Flamengo e
o velho Maraca, foram feitos um para o outro.
Mudando
de assunto, dentro do mesmo tema. Haja condicionamento físico neste calendário
sul-americano. Já repararam a sucessão de jogos decisivos e eliminatórios?
O
refresco, por incrível que pareça, será o Campeonato Brasileiro, disputado no
sistema de pontos corridos. Porém, é bom não esquecer que no período em que
estiver sendo disputado o Brasileirão, correrão paralelos, Copa do Brasil e
Libertadores. Em síntese, quem não tiver um bom e numeroso elenco, dança…
Obrigado
por tanto carinho e amor neste dia cinco de maio. Falo por mim, e pelo meu
parceiro e amigo Robert Rodrigues, que também aniversaria hoje.
Os
amigos, na verdade, são as velas no bolo da vida. Sem eles, não há luz, não há
alegria, não há amor, não há vida…
Obrigado,
por tanto amor e carinho.

COMENTÁRIOS: