Flamengo é o Rei do Rio mas queremos mais.

23
Torcida do Flamengo na mureta do Maracanã – Foto: Cris Dissat / Fim de Jogo

FALANDO DE FLAMENGO: Por Cadu Silva

Não
sei vocês, mas eu acredito que tudo o que acontece nas finais de campeonato é
fruto dos planos dos Deuses do Futebol. Passei a semana tentando imaginar quais
seriam esses planos para ontem, depois do magro 1×0 do primeiro jogo. Teria
sido aquele banho de bola apenas um chamariz para sermos 80% do estádio como em
95? Seria a furada do zagueiro deles o prenuncio de alguma falha da nossa
defesa no jogo de volta? Não tem quem não suba as rampas do Maraca  com um certo frio na barriga. Confiante,
porém tenso.
Começa
o jogo e sai aquele gol mixuruca do centroavante deles logo no início. Seria
esse o plano? Iriamos para os pênaltis para testar o Muralha? Não.
Os
Deuses do Futebol queriam que saíssemos atras no placar porque nunca soubemos
jogar com vantagem. Queriam mostrar aos poucos tricolores que compareceram que
a Magnética canta alto mesmo em desvantagem no placar. Queriam que o peso das
substituições durante a partida nos fizesse lembrar que temos um excelente
treinador. Queriam exaltar Paolo Guerrero que, em apenas 5 dias foi fundamental
para salvar o semestre. Queriam Flamengo!
E
queriam Flamengo porque esse é o título do futebol! É a prova de que não é
preciso nenhum bad boy no elenco para construir um time valente. Não é preciso
se submeter aos desmandos federativos para ser forte e competitivo. Gastar mais
do que pode sempre terá consequências nefastas. Viver às custas de mecenas não
é sustentável no longo prazo. Não é preciso dar espetáculo na beira do campo
para ser bom treinador.
É
preciso convicção. Chegou a hora de mostrar que, mais cedo ou mais tarde, fazer
a coisa certa dá resultado. Seremos fortes por muito tempo; e cada vez mais
fortes.
Somos
os Reis do Rio mas queremos mais, e tudo indica que podemos mais.
O
Flamengo ontem mostrou que é mesmo aquele sapinho surdo. Por não ouvir que é
impossível, vai lá e faz.
Saudações
Rubro-Negras.

COMENTÁRIOS: