Flamengo liderou praticamente todas estatísticas do Carioca 2017.

98
Guerrero sorri abraçado com a taça de campeão carioca pelo Flamengo – Foto: Divulgação

NÚMEROS
DA BOLA
: Os números isolados muitas vezes não transmitem exatamente o cenário
de uma partida, não são uma verdade absoluta dentro dos 90 minutos, mas servem
como base para análise e compreensão de algumas características dos jogos e dos
times. Em grande volume, porém, as estatísticas aumentam sua representatividade
dentro de uma avaliação. O título do Flamengo é um bom exemplo disso.

O
Rubro-Negro, campeão carioca de 2017, liderou praticamente todos os fundamentos
da competição, desde passes certos até gols marcados. Apesar de parecer óbvio
que o detentor do título tenha também as melhores marcas, nem sempre isso
ocorre, principalmente em uma disputa que é decidida em mata-mata.
De
acordo com dados do Footstats, o Fla foi a equipe com o maior volume de passes,
finalizações, gols, assistências para finalização, cruzamentos, desarmes e
viradas de jogo certas. De quebra, teve também a defesa menos vazada da do
Estadual entre os quatro grandes.
Rever,
Rafael Vaz e Pará, nesta ordem, foram os três jogadores com mais toques
corretos, mesmo com Zé Ricardo utilizando os reservas em boa parte do Carioca.
Isso mostra como o time conseguiu controlar bem seus jogos através da posse de
bola, com seus zagueiros e laterais participando bastante da transição.
O
setor defensivo é destaque também nos roubos de bola, outro fundamento liderado
pela equipe. Mesmo não tendo o maior desarmador da competição – Jean, do Vasco,
foi o líder com 37 -, o Flamengo emplacou quatro jogadores entre os seis com as
melhores marcas: Willian Arão com 25, em 2º, Pará com 23, em 3º, empatado com
Rodrigo, do Vasco, Márcio Araújo em 5º com 22 e Renê em seguida, com 21.
No
ataque, destaque para Paolo Guerrero. Artilheiro do campeonato com 10 gols, o
peruano foi também o atleta com mais finalizações certas (21). E mesmo sendo o
centroavante da equipe, o camisa 9 foi o 4º jogador com mais passes para seus
companheiros arrematarem (22), perdendo apenas para os meias Nenê (45), do
Vasco, Sornoza (30), do Fluminense, e Mancuello (24), do Flamengo. Função que
passou a desempenhar de forma mais incisiva após a lesão de Diego.
Os
únicos quesitos em que o clube da Gávea não aparece em primeiro são os de
dribles, lançamentos, assistências para gols, rebatidas e bloqueios, todos
liderados pelo Fluminense, vice-campeão.
ESTATÍSTICAS LIDERADAS PELO FLAMENGO NO
CARIOCA 2017
– Dados do Footstats
Melhor
ataque: 39 gols
Time
com mais passes certos: 6379
Time
com mais finalizações certas: 115
Time
com menos gols sofridos entre os grandes: 12*
Time
com mais assistências para finalização: 205
Time
com mais cruzamentos certos: 118
Time
com mais desarmes certos: 236
Time
com mais viradas de jogo certas: 86
Time
com mais escanteios recebidos: 136
*A Cabofriense foi a menos vazada do
campeonato, com 11 gols sofridos, porém, em apenas 11 jogos feitos. O Flamengo
disputou 17 e sofreu 12.

COMENTÁRIOS: