Flamengo teve o quinto maior investimento em Futebol em 2016.

31
ESPN: Em
seguida, a segunda maior despesa foi a do campeão brasileiro Palmeiras, com R$
292,4 milhões; e a terceira do São Paulo, R$ 265,1 milhões. Completando o top
5, outros dois clubes que ficaram acima dos R$ 200 milhões em gastos com
futebol: Atlético-MG (R$ 233,6 milhões) e Flamengo (R$ 200,7 milhões).
Além
dos cinco maiores “gastões”, outras oito equipes gastaram o dobro ou
mais que a Chapecoense com futebol, incluindo o Internacional (R$ 175,4
milhões), que acabou rebaixado; e o Vasco (R$ 121,3 milhões), que disputou a
Série B do Campeonato Brasileiro e só conseguiu o acesso na última rodada.
Entre
os principais gastos da Chapecoense, segundo o balanço, R$ 17,4 milhões foram
para pagamentos de salários, R$ 9,6 milhões em direitos de imagem, R$ 6,5
milhões em despesas com jogos (viagens e organização em partidas na Arena
Condá) e R$ 5,4 milhões em premiações.
Já em
receitas, o clube somou R$ 67,1 milhões, sendo as principais fontes de entrada
de dinheiro: R$ 30,6 milhões com direitos de transmissão de TV, R$ 7 milhões em
patrocínios, R$ 6,5 milhões com o programa de sócio-torcedor, R$ 6,5 milhões
com negociações de jogadores e R$ 2,6 milhões com bilheteria.

COMENTÁRIOS: