Gringos marcaram 4 dos 10 gols do Flamengo na Libertadores.

14
GLOBO
ESPORTE
: O número de estrangeiros que assumem o papel de protagonistas em suas
equipes brasileiras é cada vez maior nos últimos anos. Guerrero, no Flamengo,
Cazares, no Atlético-MG e Barrios, no Grêmio, são apenas alguns exemplos. A
prova disso é que, dos 11 gols marcados pelas equipes do país até momento, na
rodada desta semana da Libertadores, sete foram anotados por jogadores de
outros países sul-americanos, como mostrou o “Redação SporTV” desta
quinta.
Grêmio é a equipe brasileira com mais gols marcados por estrangeiros
(Foto: SporTV)

O
Atlético-MG foi a equipe que mais se beneficiou da ajuda internacional. Na
vitória de 5 a 1 sobre o Sport Boys, na Bolívia, o equatoriano Cazares balançou
as redes em duas oportunidades. O outro gol estrangeiro veio do venezuelano
Otero. O Galo lidera o Grupo 6 com 10 pontos, mesma pontuação do Godoy Cruz.

No
Maracanã, os peruanos Guerrero e Trauco marcaram no triunfo de 3 a 1 sobre a
Universidad Católica. O resultado colocou o time carioca na liderança do Grupo
4 e muito perto de uma vaga nas oitavas de final da competição.
Mesmo
derrotados, Palmeiras e Grêmio também estão na lista de clubes brasileiros que
contaram com gols estrangeiros, no meio de semana. O paraguaio Barrios foi o
artilheiro solitário do Tricolor Gaúcho no revés de 2 a 1 para o Deportes
Iquique, no Chile. No triunfo de 3 a 2 do Jorge Wilstermann sobre o clube
paulista, na Bolívia, o venezuelano Guerra deixou a sua marca.
Das
equipes brasileiras que já atuaram neste meio de semana, apenas Botafogo e
Atlético-PR não balançaram as redes. O time carioca perdeu para o Barcelona de
Guayaquil por 2 a 0, no Estádio Nilton Santos. O Furacão foi derrotado pelo San
Lorenzo por 3 a 0, na Arena da Baixada.
ESTRANGEIROS NA COMPETIÇÃO
Em
toda a Libertadores, o percentual de gols marcados por estrangeiros em equipes
brasileiras chega a 26,7% – 19 dos 71 gols. O Grêmio é a equipe que mais se
utiliza dos gringos, com cinco dos 11 gols feitos por gringos – quatro foram de
Barrios.
Depois
do Grêmio, o Flamengo é o clube do país que mais depende da artilharia
internacional – 40% (4 de 10) dos seus gols vieram dos peruanos Trauco e
Guerrero. O Rubro-Negro é seguido pelo Atlético-MG, com 31% (4 de 13), pelo
Palmeiras, com 30% (3 de 10) e pelo Atlético-PR, que tem 27% (3 de 11).
Três
equipes do país não tiveram gols feitos por estrangeiros até agora: o Santos,
que só fez três jogos na competição, a Chapecoense e o Botafogo. Curiosamente,
as três equipes são as que menos balançaram as redes entre as equipes do Brasil
até aqui.
Nesta
quinta-feira, o Peixe enfrenta o Santa Fe, na Vila Bemiro. O time da partida
contra o Paysandu não apresentou nenhum estrangeiro, mas o Peixe conta com
jogadores como o atacante Copete e o meia Vladimir Hernández, que podem ajudar
a aumentar ainda mais essa estatística.

COMENTÁRIOS: