Juiz se defende de acusações do sempre honesto Fluminense.

15
Foto: Reprodução

SPORTV:
Neste segunda-feira, um vídeo polêmico começou a circular pelas redes sociais.
Nele, o árbitro Wagner Nascimento Magalhães, que apitou a decisão do Carioca
entre Flamengo e Fluminense, estaria supostamente comemorando um gol
rubro-negro, que venceu por 2 a 1 e levou o título. Durante a festa de
premiação do Estadual, nesta segunda-feira, o próprio se defendeu de tal
acusação.

– Não
houve comemoração nenhuma. É o gesto de apitar. Quando tem um lance na área a
gente fica circulando o apito na mão e quando não tem nada a gente só aponta.
O
árbitro também foi questionado sobre o primeiro gol do Flamengo, onde Guerrero
disputa uma bola no alto com Henrique. O torcedor tricolor reclamou de falta no
zagueiro.

Naquele momento, de onde eu estava, eu vi que o gol foi normal.
Atento
a essa polêmica, o Fluminense não quis saber das declarações do árbitro. O
clube divulgou uma nota na tarde desta segunda-feira uma em que afirma que vai
pedir para que o árbitro da final Wagner do Nascimento Magalhães, não apite
mais os jogos do clube. Anteriormente, o presidente da Comissão de Arbitragem
do Rio de Janeiro, Jorge Rabello, já havia elogia a atuação do juiz  na decisão do Carioca.

COMENTÁRIOS: