Kleber Leite liga a corneta após empate do Flamengo.

22
Foto: André Durão

KLEBER
LEITE
: Começamos, infelizmente, mal. Até porque, em casa, o dever neste
campeonato longo tem que ser feito e, hoje, não fizemos.

Achei
o time mal escalado. Não entendi a escalação de Matheus Sávio, quando o normal
seria entrar com Renê na lateral e Trauco no meio. Para piorar a situação,
Berrío era um a menos.
Mesmo
assim, com um sistema defensivo quase perfeito, conseguimos terminar o primeiro
tempo em vantagem, fruto da soma de sorte, com o erro do goleiro deles. Matheus
Sávio cruzou, o goleiro se enrolou, e a bola acabou entrando.
No
segundo tempo, nosso treinador tentou consertar, mas deu azar. Trauco passou
para o meio, com Renê na lateral, saindo Matheus Sávio. Só que, Trauco, sei lá
o motivo, estava irreconhecível e acabou substituído, corretamente, por
Éderson.
Vinícius
Júnior entrou quando faltavam dez minutos. Fazer o que?
Não dá
para não elogiar e, muito, a atuação da zaga e do meio campo defensivo. Réver,
Rafael Vaz e Márcio Araújo jogaram demais. Pará e Arão, também, muito bem,
porém, em plano inferior.
Perdemos
dois pontos. Vida que segue…

COMENTÁRIOS: