Napoli revela ter tentado contratar Leandro Damião (Flamengo).

12
Francesco Pecoraro/Getty Images

ESPN: Sempre
polêmico, o presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, revelou nesta quarta
que quase contratou o atacante Leandro Damião em 2013, quando ele ainda estava
no Internacional.

Em
entrevista ao jornal Il Mattino, o cartola conta que ficou próximo de fechar a
negociação com o brasileiro, mas acabou optando por fechar com o argentino
Gonzalo Higuaín, então no Real Madrid.
“Há
alguns anos, todos ficaram me alertando sobre contratar jogadores do Campeonato
Espanhol, porque supostamente a liga italiana não seria para eles. Então, veio
(Rafa) Benítez [hoje técnico do Newcastle] e vimos um ótimo desempenho de
Callejón, Albiol, Pepe Reina, Higuaín… Eles queriam muito vencer aqui”,
lembrou.
“(Antes
de contratar Higuaín) Benítez insistiu muito para eu trazer o Leandro Damião.
Eu cheguei a me reunir com os empresários dele aqui perto do (vulcão) Vesúvio.
Aliás, onde ele está jogando agora? No fim, contratamos Higuaín numa blitz
feita por mim e pelo Andrea Chiavelli [diretor do Napoli]”, explicou De
Laurentiis.
Damião
atualmente joga no Flamengo, como reserva do peruano Paolo Guerrero.
Na
época em que quase fechou com o futebol italiano, porém, o centroavante deixou
o Inter e foi para o Santos, em uma contratação cara e muito polêmica. Após
fracassar na Vila Belmiro, rodou por Cruzeiro e Betis-ESP antes de chegar ao
clube da Gávea, no ano passado.
Na
entrevista, Aurelio De Laurentiis ainda falou sobre o que pretende fazer com o
que ainda não gastou dos 90 milhões de euros (R$ 310,43 milhões) pagos pela
Juventus para contratar Higuaín na última janela de transferências.
O
dirigente disse que trabalha com uma lista de reforços de 50 nomes que está
sendo profundamente analisada pelo técnico Maurizio Sarri para a próxima
temporada.
“De
um ponto de vista financeiro, sabemos que algumas operações podem ser
facilitadas se tivermos certeza que estaremos na Champions League. Mas já há
vários exemplos de compras que planejamos em breve”, afirmou.
“Estamos
trabalhando com uma lista de 50 nomes. Temos diversos olheiros e observadores
ao redor do mundo, é normal que isso aconteça. Assim, temos uma boa oferta de
jogadores experientes, jovens e mais”, explicou.
“Estou
seriamente pensando em comprar algum jovem valor da Bélgica ou da Holanda para
emprestá-lo a alguma outra equipe para deixá-lo se desenvolver”, encerrou
o presidente.

COMENTÁRIOS: