O Flamengo foi Guerrero!

15
Guerrero comemorando gol com a torcida do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

KLEBER
LEITE
: Vitória fundamental, lá e aqui, ou seja, na Libertadores e, como fonte
de inspiração para domingo, pelo Carioca, no Fla-Flu decisivo.

Jogo
mais difícil do que esperava. O time da Universidad Católica, mesmo sem a zaga
titular, foi um adversário complicado, principalmente no primeiro período.
Vamos
ter tempo para analisar o jogo, a escalação do nosso time e, as substituições
felizes de Zé Ricardo.
Ainda
no calor da emoção, faço questão de enfatizar e destacar a presença de
Guerrero. Hoje, no primeiro tempo, todas, eu disse TODAS, as finalizações foram
do nosso camisa nove.
Não
bastasse isso, “na hora da onça beber água”, não decepcionou, marcando o
segundo gol em jogada de quem tem intimidade com a bola e, de quem conhece o
ofício de meter gol e decidir o jogo.
Amei
tudo. A nossa torcida, o Maraca à disposição do time, as alterações do Zé
Ricardo, a atuação do time, a vitória… Mas este jogo, para mim, ficará marcado
pela presença decisiva de Guerrero, nosso Robinson  Crusoé do ataque.
Joga
muito o Guerrero. Hoje, mais do que nunca, o Flamengo foi Guerrero…
Ia
esquecendo. O Márcio Araújo também jogou muito. Aliás, como quase sempre.

COMENTÁRIOS: