Presidente do Conselho Fiscal do Flamengo depõe à Lava-Jato.

54
Mário Esteves Filho, Presidente do Conselho Fiscal do Flamengo – Foto: Divulgação

LANCE:
O presidente do Conselho Fiscal do Flamengo, Mário Esteves Filho, foi conduzido
à sede da Polícia Federal, no Centro do Rio, na última sexta-feira. O
rubro-negro foi prestar esclarecimentos numa investigação que apura se BNDES
(Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o BNDESPAR
beneficiaram o frigorífico JBS. A informação foi divulgada pelo site
“Uol”.

Este é
o terceiro dirigente do Flamengo investigado pela polícia neste ano, em
desdobramentos da operação “Lava-Jato”.
O
vice-presidente do gabinete de presidência do Flamengo, Plínio Serpa Pinto, é
suspeito de ter recebido dinheiro não contabilizado da Odebrecht em transações
imobiliárias no estado do Rio. O dirigente está licenciado do cargo no
Rubro-Negro por problemas de saúde e é ex-presidente da companhia imobiliária
Brasil Brokers. O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF)
determinou abertura de processo contra Plínio na Justiça Federal do Rio.
Já o
ex-vice-presidente de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, está em prisão
domiciliar. Ele é apontado como o braço direito do empresário Eike Batista.
Ambos são suspeitos de envolvimento no esquema de pagamento de propinas com
empreiteiras que atuavam no Rio de Janeiro.

COMENTÁRIOS: