Sem Diego, Flamengo passou a chutar quase 50% a mais.

17
Paolo Guerrero, do Flamengo, chutando – Foto: AFP

FOX
SPORTS
: O Flamengo disputou apenas cinco jogos na atual Conmebol Libertadores
Bridgestone, mas, apesar do número de partidas não ser dos mais elevados, uma
tendência saltas aos olhos. Desde que Diego se lesionou no duelo contra o
Atlético-PR no Maracanã, o clube carioca chuta quase 50% a mais ao gol
adversário.

Nas
três primeiras partidas, contra San Lorenzo, Universidad Católica e o próprio
Furacão, o clube carioca deu 16, 16 e 10 chutes, respectivamente. No total
desses jogos, o time de Zé Ricardo deu em média 14 tiros ao alvo adversário.
Nas
duas partidas sem o seu camisa 10, contra o Atlético em Curitiba, e contra os
chilenos no Maracanã foram 18 e 23 chutes, com isso, a média aumentou para 20,5
por jogo. Os dados são do site especializado em estatísticas Footstats, que
também provam que o clube carioca é o que chutou ao gol adversário na
competição.
O
principal responsável pela alta quantidade é o atacante peruano Paolo Guerrero.
Só no duelo desta quarta-feira (3 de maio), ele atirou 13 vezes ao gol da
Católica. Na competição, ele é o jogador com mais chutes ao gol no total, com
33.

COMENTÁRIOS: