Técnico do Flamengo celebra decisão contra o Pinheiros em casa.

22
Foto: Mauro Neto/Sejel

GLOBO
ESPORTE
: Foram trinta partidas em cinco meses que fizeram com que o Flamengo
chegasse aos playoffs do NBB com a vantagem do mando de quadra contra qualquer
rival. E o time carioca, atual tetracampeão do NBB, vai usar essa vantagem já
na série de quartas de final, contra o surpreendente Pinheiros, que derrotou o
rival duas vezes, e forçou a decisão na quinta partida do duelo. Apesar de um
pouco abatido com o resultado, o técnico Neto confia na decisão em casa, em
jogo nesta sexta-feira ainda sem horário fechado, para fechar o confronto:

– Vai
ser pedreira, a gente sabe que teremos o apoio da torcida, os torcedores sabem
que a gente briga a primeira fase inteira para decidir em casa. É para isso que
fizemos a melhor campanha na primeira fase, para decidirmos em casa – disse o
técnico.
O
Flamengo abriu 2 a 0 na série, mas perdeu as duas partidas seguintes, uma no
Rio de Janeiro, e outra em São Paulo. Neto criticou o desempenho de sua equipe
no quarto jogo, na segunda-feira, mas sabe que o Pinheiros mereceu o triunfo.
– O
basquete é um jogo dinâmico, não é individual. Não posso falar que um
fundamento atrapalhou. Várias situações de jogo fizeram com que não tivéssemos
o controle do jogo. Precisamos defender melhor, não permitir tanto o rebote de
ataque deles, aproveitar mais os contra-ataques, aproveitar mais o garrafão…É
um apanhado de coisas, que tem acontecido em toda a série. Não estamos perdendo
porque não estamos jogando bem, eles (Pinheiros) estão jogando muito – admitiu.
Os
rebotes do Pinheiros também foram um ponto de desequilíbrio no jogo se
segunda-feira. Quase sempre que o time perdia um arremesso, conseguia uma
segunda chance. Foram 16 rebotes ofensivos, além de 29 defensivos, totalizando
45. O Flamengo teve apenas 28 no total. A defesa do time carioca também
decepcionou, sofrendo 100 pontos ou mais pela segunda vez na temporada.
O
Flamengo jamais deixou de ir à semifinal do NBB. Nas oito edições da
competição, são cinco títulos (2009, 2013,2014,2015 e 2016), um vice (2010) e
duas derrotas em semifinais (2011 e 2012). O treinador prefere não pensar no
passado:

Nunca jogo pensando no que aconteceu, e sim no que quer que aconteça. A gente
não joga pensando para trás. Nós sabemos a responsabilidade que temos, estamos
preparados para o quinto jogo. É um tiro só que a gente tem – disse.
A série
21/4 –
Pinheiros 85 x 96 Flamengo, no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim (SP)
24/4 –
Flamengo 83 x 73 Pinheiros, no Tijuca Tênis Clube (RJ)
26/4 –
Flamengo 79 X 90 Pinheiros, no Tijuca Tênis Clube (RJ)
01/05-
Pinheiros 102 X 98 Flamengo, no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim (SP)

COMENTÁRIOS: