Veja as chances de classificação dos brasileiros na Libertadores.

22
Willian Arão em Flamengo x Universidad Católica pela Libertadores – Foto: Cris Dissat

GLOBO
ESPORTE
: Em alguns grupos faltam duas rodadas, em outros falta apenas uma para
o fim da fase de grupos da Libertaodres. Mas o certo é que os torcedores já
estão fazendo as contas para ver o que o seu time precisa para ir ao mata-mata
da competição. O matemático Tristão Garcia, em seu site (www.Infobola.com.br),
calculou as chances matemáticas de cada time avançar de fase.

Com o
empate entre Godoy Cruz e Libertad, o Atlético-MG é o primeiro brasileiro
garantido nas oitavas. Santos, Flamengo, Grêmio e Palmeiras são líderes e têm
uma situação bastante encaminhada. O Botafogo, em segundo, também tem boas
chances de avançar. Complicado mesmo está para Chapecoense e Atlético-PR.
Veja como está a situação de cada time:
Botafogo – 85%:
perdeu a chance de se classificar antecipadamente contra o Barcelona-EQU (que
já está garantido) na terça-feira, mas ainda está em segundo lugar do grupo. Se
vencer na próxima rodada o Atlético Nacional (que tem 10% de chances), em casa,
garante a vaga com uma rodada de antecedência. O Alvinegro pode até empatar e se
classificar. Para isso, é preciso que o Estudiantes-ARG (tem 5%) não vença o
Barcelona no Equador.
Santos – 93%: se
vencer o The Strongest (81%) na próxima rodada, fora de casa, o Santos garante
vaga na liderança de seu grupo. Caso perca ou empate, segue dependendo de suas
forças para ir às oitavas – basta vencer o Sporting Cristal (3%) na Vila
Belmiro no último jogo da fase. Todos ainda têm chances, e o Santa Fé possui
23%.
Flamengo – 82%:
líder do grupo com 9 pontos, o Rubro-Negro enfrenta o San Lorenzo (7 pontos e
53% de chances) na última rodada, na Argentina, e pode se classificar até
perdendo, desde que o Universidad Católica (23%) vença o Atlético-PR no Chile.
Mas para se garantir por conta própria, basta um empate na Argentina. Assim, o
Flamengo chega a 10 pontos e só poderia ser igualado pela equipe paranaense,
que ainda teria que tirar sete gols de saldo para tirar a ponta da tabela do
Flamengo.
Atlético-PR – 42%: o Furacão
perdeu a oportunidade de conseguir a vaga antecipada na derrota para o San
Lorenzo. Com o resultado, o Rubro-Negro do Paraná caiu para a terceira
colocação e precisa vencer a Universidad Católica para depender só de si. Em
caso de vitória do Flamengo na Argentina, o Atlético-PR pode se classificar até
com um empate.
Palmeiras – 82%: o
Alviverde recebe o Atlético Tucumán na última rodada e pode até perder por um
gol de diferença para garantir a classificação. Mas, para assegurar a primeira
colocação dependendo só de si, precisa vencer. Caso o Jorge Willstermann não
vença, um empate deixa o Palmeiras na ponta. O Peñarol já está eliminado.
Atlético-MG – 100%: com
o empate entre Godoy Cruz e Libertad, o Galo é o primeiro brasileiro garantido
nas oitavas de final. Com uma rodada restando, ainda depende só de si para ser
o líder do grupo. Basta vencer o rival argentino, também garantido, jogando no
Independência na última rodada. Libertad e Sport Boys já estão eliminados.
Chapecoense – 19%: é o
time brasileiro em situação mais difícil. Com duas rodadas pela frente, a Chape
pode avançar até conquistando quatro pontos nesses jogos, mas dependeria de
vários resultados combinados. Para se garantir por conta própria, só ganhando
do Lanús (83% de chances) na Argentina e do Zulia (15%) em casa. O Nacional tem
83% de chances.
Grêmio – 99%: o
Tricolor gaúcho recebe o Zamora, lanterna e já eliminado, na última rodada e se
classifica com um empate – até com uma derrota a vaga pode ser garantida. Para
ficar na liderança sem depender de outros resultados, o Grêmio precisa vencer,
mas se conquistar um ponto, e Deportes Iquique (48%) e Guarani (53%) empatarem,
o Tricolor também fica com a ponta do grupo.

COMENTÁRIOS: