Veja as opções do Flamengo para decisão contra o Fluminense.

16
Foto: Gilvan de Souza/Divulgação Flamengo

GLOBO
ESPORTE
: O Flamengo tem, neste domingo, às 16h (de Brasília), a chance de
voltar a conquistar um título depois de três anos. Com a vantagem do empate, o
Rubro-Negro encara o Fluminense, no Maracanã, pela decisão do Campeonato
Carioca – justamente o troféu que conquistou pela última vez, em 2014.
Misterioso como quase sempre, o técnico Zé Ricardo não revelou a formação que
utilizará na segunda partida da final.

Decidimos,
então, mostrar todas as opções possíveis que podem ser utilizadas pelo
treinador contra o Fluminense. Rômulo, que não jogou na vitória por 3 a 1 sobre
a Universidad Católica por causa de uma lesão no joelho direito, por exemplo,
pode voltar. Berrío, destaque no treino de sexta-feira, pode ganhar a vaga de
Gabriel, mal nos últimos jogos. E não são só essas opções.
Caso
decida manter o time que venceu a Católica, o treinador escalará: Muralha,
Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello,
Gabriel e Everton; Guerrero.
Veja,
abaixo, as possibilidades de mudança de Zé Ricardo:
Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco;
Márcio Araújo, Rômulo, Willian Arão, Everton e Berrío (Gabriel); Guerrero.
Se
jogar assim, o Flamengo mais uma vez não terá um meia de armação, mas Willian
Arão deverá atuar mais avançado – como nas últimas partidas. Everton pela
esquerda, Berrío pela direita e Guerrero centralizado, ajudando também na
criação de jogadas. Além do retorno de Rômulo, Zé Ricardo também promoveria a
entrada de Berrío, já que Gabriel não tem ido bem nas últimas partidas e foi
reserva na primeira decisão.
Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco;
Márcio Araújo, Mancuello, Willian Arão, Everton e Berrío (Gabriel); Guerrero.
Mas
há, também, a possibilidade de Rômulo não estar recuperado. Ele treinou com os
companheiros na última sexta-feira e trabalhará novamente neste sábado, mas Zé
avisou que esperaria a liberação do departamento médico para escalar ou não o
volante. Por isso, ele pode não contar com o jogador. Assim, a única alteração
pode ser a entrada de Berrío na vaga de Gabriel.
Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco;
Márcio Araújo, Willian Arão, Everton, Berrío e Gabriel; Guerrero.
Esta
seria a opção com a qual Zé Ricardo teria mais velocidade para explorar
contra-ataques, já que o Fluminense, precisando vencer para ser campeão, terá de
atacar. Com Everton, Berrío e Gabriel, o Flamengo poderia apostar em jogadas
rápidas para surpreender o adversário. Mais uma opção.
Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Renê;
Márcio Araújo, Willian Arão, Everton, Gabriel e Trauco; Guerrero.
Como
já testou anteriormente, Zé Ricardo também pode apostar em Renê na
lateral-esquerda, com Trauco avançado, como ponta, aumentando a técnica do meio
de campo. Assim, porém, Gabriel jogaria centralizado, com Everton na direita. É
pouco provável.

COMENTÁRIOS: