Veja estádios que caberiam (ou não) na Gávea, Sede do Flamengo.

179
COLUNA
DO FLAMENGO
: O Flamengo se reuniu no início da tarde desta sexta-feira (12) com
a prefeitura do Rio de Janeiro para assinar um protocolo de intenção para a
construção de um estádio acústico na Gávea, sede do clube carioca, com ocupação
de 25 mil lugares.
Levando
em consideração todas as exigências dos moradores, que vão desde estacionamento
à barulho, separamos alguns modelos de estádios que possam servir de exemplo.
Confira;
ARENA DA BAIXADA

Arte: @Notavel
Atualmente
com capacidade para 43 mil pessoas, a Arena da Baixada segue com as exigências
dos moradores da Gávea: Pequeno e acústico. É um estádio de tamanho razoável
que se encaixaria dentro do espaço destinado ao Flamengo. Ocuparia o lugar
total disponível.
*A
área pintada em vermelho é, aproximadamente, a ocupação da Arena da Baixada
“encaixada” na Gávea.
RED BULL ARENA (EUA)
Tem a
mesma capacidade do projeto inicial do Flamengo: 25 mil lugares. Embora
ultrapasse um pouco em tamanho, há maneiras de minimizar, já que é uma Arena
extensa por conta dos extras (lanchonete, shopping e afins) dentro.
*A
área pintada em vermelho é, aproximadamente, a ocupação da Red Bull Arena
“encaixada” na Gávea.
A
título comparativo, temos como exemplo a La Bombonera, que apesar de ter
capacidade para 49 mil pessoas, um dos setores é inclinado e ocupa pouco
espaço. Ele ocupa a mesma área da Red Bull Arena. O Independência (23 mil
lugares), comandado pelo Atlético Mineiro e América Mineiro e também o Allianz
Parque (43 mil lugares), do Palmeiras, são em áreas residenciais e ocupa
basicamente a mesma área da Red Bull Arena.
ARENA DO GRÊMIO E MARACANÃ

Tamanho exato das arenas da Baixada, do Grêmio e Maracanã no terreno da Gávea – Arte: @Notavel
O
primeiro tem capacidade para um pouco mais de 60 mil pessoas e não caberia pois
ultrapassaria o terreno do Flamengo. O Maracanã, por sua vez, é o maior da
listagem com ocupação de quase 79 mil lugadores, além de ultrapassar o terreno
destinado ao Flamengo, ocuparia parte das áreas residenciais.
Estádios
com o campo escavados não podem ser feitos no local pois a área é aterrada.
Portanto, padrões europeus de estádios acústicos não foram levados em conta.

COMENTÁRIOS: