Xerifes são lideranças em final entre Flamengo e Fluminense.

24
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

UOL: Quem
vai erguer a Taça? Flamengo e Fluminense fazem hoje no Maracanã, uma final de
Estadual que promete. As duas equipes que atacam bastante, mas que também se
mostraram fortes na defesa. Isso por conta das presenças de dois xerifes. Réver
e Henrique são lideranças dentro dos clubes e podem levantar no Maracanã, o
primeiro troféu por suas equipes.

No
Flamengo, Réver voltou a jogar o bom futebol que apresentou em outros clubes do
Brasil e hoje é um dos principais atletas do elenco. Camisa 15 fez excelente campanha
no Brasileiro do ano passado e começou 2017 mantendo a boa forma. Defensor é um
dos mais queridos pela torcida e espera sair campeão, para fazer história no
Rubro-Negro.
“Só
somos lembrados pela conquista, sabemos da dificuldade que é estar em um clube
grande como Flamengo ou até mesmo em um clube menor. A responsabilidade de
vencer sempre existe. Conversamos muito todos os dias. Temos que ter
tranquilidade e buscar fazer história aqui no Flamengo”, disse Réver.
Chegou
no Flamengo no meio do ano passado após passagem com lesões no Internacional e
reencontrou o bom futebol no Flamengo. Após atuações seguras, Zé Ricardo optou
pelo camisa 15 para ser o capitão do elenco. Marcou dois gols com a camisa do
time, mas ambos foram na temporada passada.
No
lado Tricolor, com a saída de nomes de peso como Fred e Cícero e um 2016
decepcionante, Abel chegou em janeiro prometendo ‘alma’ ao time. E encontrou em
Henrique seu jogador de confiança. Um dos mais experientes do time, o zagueiro
herdou a braçadeira de capitão neste ano e cresceu no Fluminense. Com o elenco
recheado de jovens e jogadores de pouco tempo no clube, o camisa 33 assumiu
papel de líder do grupo.
Além
de ter um ataque muito positivo, o Fluminense tem conseguido mantar a defesa
sólida. Prova disso, é que com o capitão Henrique, não sofreu gol em nove jogos
na temporada (seis seguidos pelo Carioca). Henrique já foi campeão pelo Flu,
mas na ocasião o capitão era Cícero, que levantou a taça da Copa da Primeira
Liga.
No
primeiro jogo da grande final do Campeonato Carioca, o Rubro-Negro venceu por 1
a 0 e tem a vantagem do empate hoje. Em caso de vitória do Flu pela vantagem
mínima, decisão será nos pênaltis. Zagueiro tricolor afirmou que tudo ainda
está em aberto.
“A
decisão ainda está aberta. Sabemos da nossa capacidade e domingo vai ser bem
diferente do que apresentamos nesse primeiro jogo. Temos tudo para reverter
esse placar e sair vitoriosos”, disse Henrique confiante no título.
Números
dos zagueiros na temporada
RÉVER

Atual em 18 partidas do Flamengo na temporada, levou apenas um cartão amarelo e
em nenhum delas foi expulso.

Mesmo com o número alto de partidas feitas pelo Fla, Réver fez apenas duas
faltas na temporada. Uma no Campeonato Carioca e outra na Libertadores.
HENRIQUE
– 3º
do elenco que mais jogou no ano, atrás de Marcos Jr e Léo. Empatado com Sornoza
– 20
jogos (13V, 4E, 3D) e 2 gols marcados

COMENTÁRIOS: