Em Rodada de pênaltis não marcados, o polêmico foi correto.

21
Árbitro durante Avaí x Flamengo – Foto: Cristiano Andujar/AGIF

UOL:
No final de Avaí 1 x 1 Flamengo, Diego Tavares corria atrás da bola dentro da
área do Fla e caiu. Everton, que corria ao seu lado, nem encosta no rival. Mas
o juiz Paulo Vollkopf assinalou o pênalti. Seria apenas mais um pênalti marcado
em uma rodada cheia deles. Mas não foi.

Vollkopf,
alertado pelo auxiliar, voltou atrás após muita discussão. O jogo ficou mesmo
no empate – ruim para o Fla – e, justamente o pênalti que seria mas não foi,
acabou sendo o mais decisivo do fim de semana. 

“Foi uma lambança”, definiu
Paulinho Criciuma, comentarista do canal Premiere. “Ficou claro que não foi
nada”, analisou Everton, no lance.

Os
cinco pênaltis, sim, cobrados foram bem menos polêmicos. Joel Carli, o beque
argentino do Botafogo, por exemplo, até reclamou de Rildo no lance do segundo
gol no empate em 2 a 2 entre Bota e Coritiba. Mas quem faz dois pênaltis em um
só jogo não tem muito para argumentar.
No
clássico paulista, o “God of Clássicos” Jô não marcou, mas sofreu o pênalti do
gol de Jadson – para um triunfo de 3 a 2 corintiano sobre o São Paulo. E Kieza,
do Vitória, abriu caminho para a (perdoem a repetição) vitória por 2 a 0 sobre
o Atlético-MG. O outro fol da marca da cal foi de consolação: André, do Sport,
no final dos 2 a 1 do Vasco.
INTER E O JOGO DE QUATRO PÊNALTIS
Nenhum
desses jogos, porém, rivaliza, quando o assunto é pênalti, com a primeira
vitória do Internacional. Tudo bem que não foi pelo Brasileirão, mas para a
Série B. Mas você se lembra qual foi o último jogo com quatro penalidades
marcadas para o mesmo time em um só jogo? Nosso departamento de pesquisa ainda
não respondeu. Mas se você ficou curioso, o Inter bateu o Náutico por 4 a 2,
mas perdeu duas cobranças: com Cirino e Pottker perderam.
Quantos pênaltis, Pottker?
Foi
um jogo muito atípico, jamais tinha vivido essa situação de três pênaltis
marcados… Quatro? A gente até perde as contas. Mas o importante foi vencer

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here