A hora dos elencos na maratona dos pontos corridos

38
Lateral Pará comemorando gol com jogadores do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

JULIO
GOMES
: O campeonato de pontos corridos, ainda mais esse disputado no Brasil,
com duas rodadas por semana, tem uma marca registrada. Nenhum time consegue ser
campeão – ou atingir objetivos – sem um elenco forte.

São
muitas contusões, suspensões, saídas para fora do Brasil, jogadores e técnicos
que não se dão bem. Tem de tudo. E aí o nível das peças de reposição acaba
fazendo toda a diferença.
Aliás,
é necessário ter peça de reposição até para o banco! Afinal, os
dirigentes-torcedores brasileiros continuam naquele ritmo já conhecido. Quatro
técnicos foram mandados embora desde a rodada passada, e Atlético-MG, Vitória,
Coritiba e Atlético-GO serão comandados por interinos neste fim de semana.
Na 16a
rodada, é difícil achar um time sem vários problemas. Outros vão optar por
poupar jogadores, já que no meio da semana que vem serão disputadas as partidas
de volta da Copa do Brasil.
É o
caso do Flamengo, que vai poupar Diego e alguns outros, entrando com um mistão
contra o Coritiba neste sábado à noite. Hora pra Geuvânio, por exemplo.
O
Santos já convive com desfalques faz tempo mas, mesmo econômico, vem
conseguindo pontos importantes e recebe o Bahia no Pacaembu, domingo de manhã.
À tarde, o líder Corinthians vai sem Jadson e Pablo, fora por um mês e um mês e
meio, respectivamente, pegar um Flu também remendado.
O
interessante Sport x Palmeiras de domingo é o jogo com mais baixas. O Sport não
deve ter Magrão e Osvaldo na Arena Pernambuco. O Palmeiras joga sem sete,
incluindo seus melhores jogadores ofensivos – Guerra, Dudu e Willian.
Nos
jogos das 19h, a Ponte Preta vai a campo sem Sheik e Fernando Bob. O Botafogo
atuará contra o Atlético-GO sem seis titulares. Haja elenco!
Prognósticos
e informações da rodada:
SÁBADO
16h Vitória 1 x 2 Chapecoense
O
Vitória será comandado pelo interino Flávio Tanajura, já que Gallo foi demitido
após 11 rodadas como treinador. O time é o pior mandante do Brasileiro, com
apenas uma vitória e cinco pontos em oito jogos – receita infalível de qualquer
rebaixamento. No curto histórico entre os times (quatro duelos), o mandante
nunca venceu. E a Chape mostra um pouco mais de solidez defensiva desde a
chegada de Eutrópio.
19h Flamengo 2 x 0 Coritiba
Diego
não joga, e Zé Ricardo deve poupar outros jogadores para rodar o elenco e
reservar energias para o jogo contra o Santos, pela Copa do Brasil, e contra o
líder Corinthians, domingo que vem. O Coritiba demitiu Pachequinho após uma
vitória em dez jogos e vai com o interino Robson Gomes. O Coxa não bate o
Flamengo no Rio desde 2001. Na Ilha do Urubu, o Flamengo é favorito para se
reencontrar com a vitória, mesmo com mistão.
DOMINGO
11h Santos 1 x 1 Bahia
O
Santos só fez mais gols que três times no campeonato, mas a defesa vem
segurando a onda e garantindo resultados. Vanderlei é um dos três melhores
jogadores da competição até agora. O Bahia, um visitante indigesto, também
sofre poucos gols (dois em cinco jogos), o que mostra uma tendência para a
partida de domingo de manhã, no Pacaembu.
16h Sport 2 x 1 Palmeiras
O
Sport de Luxemburgo é uma das sensações do momento. Como mandante, só somou
menos pontos que o Corinthians, e o Palmeiras chega com sete desfalques
(Willian, Borja, Dudu, Tchê Tchê, Michel Bastos, Guerra e Felipe Melo). Cuca
efetivou Jailson no gol, o homem que nunca perdeu no Brasileiro, e vai estrear
Deyverson no ataque. Nos últimos dez anos, o Sport ganhou 11 vezes e perdeu 7
para o Palmeiras. Diego Souza, que quase foi de um clube para o outro, pode ser
o nome do domingo.
16h Fluminense 1 x 1 Corinthians
O
Corinthians vem de dois tropeços e perde por várias semanas os titulares Jadson
e Pablo. Nada fora do normal nos pontos corridos. O Fluminense não deve ter
Henrique Dourado, mas promete agredir, e o Corinthians poderá jogar como gosta.
O Flu empatou quatro e perdeu dois de seus últimos seis jogos como mandante. O
Corinthians ainda não perdeu fora de casa e é o melhor visitante. O empate
costuma ser frequente neste duelo.
16h Avaí 0 x 2 Cruzeiro
O Avaí
é um péssimo mandante e nunca derrotou o Cruzeiro, que tem Sóbis de volta e De
Arrascaeta recuperado de lesão.
19h Atlético-MG 3 x 1 Vasco
Caiu
no Horto… já sabem. O Atlético está sendo uma mãe dentro de casa, é o quinto
pior mandante. Mas o Vasco é um péssimo visitante. Diogo Giacomini comanda o
Galo após a saída de Roger e antes da chegada de Micale. É um time que perde
gols demais. Quantas vezes já não vimos os pés entrarem na forma assim que o
técnico vai embora? O Vasco não deve mais ter Nenê na competição, o jogador nem
foi relacionado. Historicamente, um duelo em que mandantes costumam vencer.
19h Atlético-PR 1 x 0 Ponte Preta
O
Furacão não vence há sete jogos, e a Ponte vem de uma goleada sobre o outro
time curitibano. Mas Kleina não terá Fernando Bob e Sheik, além de Lucca,
gripado, ser dúvida. São peças fundamentais da Ponte. Curiosamente, um duelo
com pouquíssimos empates até hoje – só 2 nos últimos 22 confrontos.
19h Atlético-GO 1 x 1 Botafogo
O
Dragão degolou mais um, foi a vez de Doriva, e o auxiliar João Paulo Sanches
comandará o time (já o fez na quinta rodada, vitória sobre a Ponte, uma das
duas do time no campeonato). Segundo pior ataque, pior defesa, lanterna, o
Atlético-GO parece um morto vivo neste Brasileirão. O Botafogo tem quatro
desfalques por cartões e Roger e Lindoso serão poupados, de olho na Copa do
Brasil. Jair Ventura utilizará jogadores da base, o que torna o duelo
imprevisível.
SEGUNDA
20h São Paulo 0 x 2 Grêmio
O
clássico tricolor da segunda-feira promete. Enquanto o São Paulo rompeu a série
de mais de um mês sem vitórias, o Grêmio está dando caça ao líder Corinthians.
É mais time (aliás, é um time). Portanto, favorito, mesmo jogando no Morumbi.

COMENTÁRIOS: