Alívio

19
Berrio comemorando gol pelo Flamengo contra o Palestino – Foto: Staff Image

BOTECO
DO FLA?
Sorin

Pela
vitória sobre a frágil equipe do Palestino? Nem tanto. O Flamengo fez o que
tinha que fazer na noite da última quarta. Assim como fez recentemente diante
da Chapecoense e do São Paulo. Pegou um adversário mais fraco e venceu. Tanto
melhor que era um jogo de ida de mata-mata e marcou 5 gols fora, praticamente
carimbando o passaporte da vaga para a próxima fase.
O
alívio se dá mais por confirmar que não era só uma impressão a de que parte da
torcida sempre vai ficar vendo “mas” aqui e “mas” acolá não importa o
resultado. Tônica na temporada após cada vitória, sempre tem a turma do balde
de água fria em quem só quer comemorar o resultado de uma partida de futebol.
MAS o Carioca não conta, MAS sei lá quem atuou com reservas, MAS quase que
tomou o gol no final, MAS o técnico do adversário tinha brigado com a esposa
antes do jogo, MAS tava frio, MAS tava muito calor, MAS, MAS, MAS…
Do
lado otimista, e nem estou falando aqui do Boteco, espaço mais que suspeito e
sempre a defender mesmo quando não há motivo para tal, sempre pairava uma
desconfiança de um exagero apocalíptico do lado de lá. Agora está confirmado.
Se ganhar fora com placar elástico não consegue agradar… Acabaram-se as
discussões. E nenhum dos lados ganhou ou perdeu a disputa. Simplesmente não tem
como argumentar em contrário. Como diabos você vai iniciar uma conversa com
alguém tentando convencer que 5 x 2 é um resultado legal?
No
futuro próximo tem uma sequência difícil. Vasco, Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras.
Como erramos bastante no começo do campeonato contra equipes que frequentam a
parte baixa da tabela, não tem jeito e é hora de fazer o mais difícil. Menos
pior que três desses quatro jogos são no Rio, apesar da desvantagem no Clássico
no que diz respeito ao fator casa. Conquistar os 12 pontos seria bom… Apesar
de improvável. De qualquer forma agora a gente sabe, e não causará mais
irritação, que se a proporção fosse uma contradição matemática de ganhar 15 em
12 pontos possíveis… “porém” e “mas” estariam de novo na ativa.
E por
falar em Vasco… Bora logo de pré que o jogo já é no sábado. Deveria ser no
domingo com Maracanã bombando, mas é o que tem. São Janu com o tal do 90/10.
Estão no seu direito, apesar de achar que lá na frente o Flamengo acabará tendo
problemas para marcar a volta na Ilha do Urubu. Vamos observar.
Não há
muitas dúvidas sobre o time que o Zé Ricardo mandará para o campo. Time pra
ganhar tem. Nossa superioridade no momento não é só financeira, é técnica
também. Basta só o povo entrar em campo ciente de que nem sempre isso basta,
mais ainda quando é um Clássico. Boa a decisão de poupar as principais peças da
viagem ao Chile, onde o nosso time mistureba fez a vergonha de marcar apenas 5
gols (mais uma alfinetada na “Fla Mas”. Eh, eh, eh…). Os que foram tiveram uma
experiência de preparo ao fim do jogo já que não havia água pra tomar banho, o
que pode ser que ocorra também após o Clássico.
Do
lado de lá… Do lado de lá… O Vasco tem um início de Brasileirão acima do
sentimento comum de todos, de que estaria brigando dentro ou próximo do Z4
desde as primeiras rodadas. Em sexto lugar, vem usando razoavelmente bem o
fator casa. Bora de “Vas Mas” também… Ganhou com placares magros e com certa
dificuldade de adversários mais fracos, e foi atropelado pelo Corinthians no
único jogo em casa contra os times da parte alta da tabela… De qualquer
forma, teve relevante vitória atuando em São Januário contra o fluminenCe.
Euricão da Massa quitou o salário de maio (isso mesmo… maio) durante a semana
pra dar um gás maior pra rapaziada.
Torcer
para que tudo corra bem também fora das quatro linhas, tal qual ocorreu no jogo
do ano passado, com o eficiente trabalho do policiamento. Mesmo porque as
forças contrárias ao futebol andam só esperando um “mas” e um “porém” extra-campo
para oficializar os tais jogos de torcida única.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here