Caetano abre as portas do Flamengo para craques mundiais

37
Diego Alves e Rodrigo Caetano, diretor do Flamengo – Foto: Reprodução

LANCE:
‘Jogar no Flamengo é o sonho de qu
alquer jogador’. Esta é provavelmente uma das
frases mais repetidas no futebol brasileiro. Naturalmente, o clube de maior
torcida do país tem, entre seus fãs, vários atletas. Recentemente, Neymar,
Ramires e outros falaram sobre o interesse em defender a camisa rubro-negra.
Além do encantamento pelo perfil popular, o Fla agora conta com outros
atrativos: paga em dia, bem e tem grande poder aquisitivo para contratar.

O
LANCE! ouviu o diretor executivo de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, para
saber por que o clube carioca virou uma espécie de meca do futebol brasileiro.
O último reforço do clube, Diego Alves, ligou pessoalmente para o dirigente
para falar sobre o interesse em jogar no Fla. Antes, Everton Ribeiro e Diego
também optaram pelo Rubro-Negro.
– O
Flamengo já carrega uma marca, talvez a maior do mundo. No momento em que esses
atletas de ponta percebem que o Flamengo tem um modelo consistente de gestão,
em que melhorou sua questão financeira, infraestrutura física e também de
grandes profissionais… A questão de elenco é uma consequência de tudo isso. É
normal que a cada ano que passe a gente tenha condições de ter atletas de ponta
e referência. Acredito que é esta série de fatores. Todo atleta brasileiro
gostaria de jogar no Flamengo. Além de carregar o que sempre carregou, história
e tradição, o clube hoje consegue dar aos atletas o que talvez, antigamente e
infelizmente, não teve condições – avalia.
Durante
a apresentação do goleiro Diego Alves, o presidente Eduardo Bandeira de Mello
pediu para que o vice-presidente de finanças, Claudio Pracownik, explicasse
como o clube vem fazendo negociações. O dirigente disse ficar incomodado com a
pergunta ‘de onde vem o dinheiro?’.
– Não
existe uma árvore dando dinheiro no fundo da Gávea. Nós estamos dando passos
firmes. O Flamengo anda para a frente. Quando perguntam de onde vem o dinheiro,
ou é muita desinformação ou é falta de interesse. Basta acessar o site do
clube. O Flamengo trabalha muito. Quero elogiar também o trabalho do Fred Luz e
do Rodrigo Caetano nas negociações. Não há mistério. Existe trabalho. Dúvidas
não deveriam existir. Mas ainda sim, sempre que elas existirem, vou estar
sempre à disposição de todos – comentou o dirigente.
Diego
Alves foi o nono reforço do clube da Gávea em 2017. Antes dele, chegaram
Geuvânio, Conca, Trauco, Rômulo, Everton Ribeiro, Berrío, Rhodolfo e Renê.

COMENTÁRIOS: